GP1

Política

Wellington Dias defende ministro Barroso após declarações de Bolsonaro

O chefe do executivo estadual disse que os poderes precisam atuar de maneira independente e harmônica.

O governador Wellington Dias (PT) saiu em defesa do ministro Luís Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), na tarde desta sexta-feira (09), após críticas proferidas pelo presidente Jair Bolsonaro. O chefe do Planalto disse, na manhã de hoje, que "falta coragem moral para o Barroso e sobra ativismo judicial".

Diante disso, Wellington afirmou que os poderes precisam atuar de maneira independente e harmônica, e que o presidente atacou o ministro e vem fazendo “constantes ataques” aos governadores. Nas palavras do chefe do executivo estadual, Bolsonaro vem espalhando “fake news” sobre verbas públicas transferidas aos estados.

“Os Poderes precisam atuar de forma independente e harmônica. O Chefe do Executivo ataca o Poder Judiciário, na figura do Ministro Barroso e realiza constantes ataques aos governadores, com fake news de valores que são de transferência obrigatória aos estados como o Fundo de Participação”, declarou.

Por fim, o governador do Piauí enfatizou que a postura de Bolsonaro é “lamentável”, em um momento onde o Brasil carece de harmonia. “Neste momento, em que o país precisa mais do que nunca de harmonia, é ainda mais lamentável”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.