GP1

Política

Nunes Marques critica Bolsonaro e apoia Alexandre, diz colunista

O piauiense Nunes Marques foi indicado pelo presidente para assumir vaga no Supremo Tribunal Federal.

O colunista Guilherme Amado, do Portal Metrópoles, divulgou na última quarta-feira (08) que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o piauiense Nunes Marques, ficou do lado do ministro Alexandre de Moraes após discurso do presidente Jair Bolsonaro no dia 7 de setembro.

Segundo Melo, Nunes Marques, que foi indicado pelo presidente para assumir o STF, prestou solidariedade ao colega no grupo de WhatsApp dos ministros.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Nunes Marques na OAB
Nunes Marques

De acordo ainda com o colunista, os amigos do ministro disseram que ele repudiou em especial a frase de Bolsonaro sobre não cumprir decisões judiciais.

Discurso

Durante as manifestações, no feriado de 7 de Setembro, em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro discursou para milhares de manifestantes na Avenida Paulista quando criticou duramente a atuação do ministro Alexandre de Moraes e afirmou não cumprirá ordens dadas pelo ministro.

"Ou esse ministro [Alexandre de Moraes] se enquadra ou ele pede para sair. Não se pode admitir que uma pessoa apenas, um homem apenas, turve a nossa liberdade. [Quero] dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda para se redimir, tem tempo ainda de arquivar seus inquéritos. Sai, Alexandre de Moraes. Deixa de ser canalha. Deixa de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar seu povo. Mais do que isso, nós devemos, sim, porque eu falo em nome de vocês, determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade", declarou Bolsonaro.

"[Quero] dizer a vocês que qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou", completou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.