GP1

Política

Michel Temer diz que ruptura institucional no Brasil é inviável

“Só acontece [ruptura institucional] se as Forças Armadas tiverem disposição para isso", disse.

O ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou nesta terça-feira (14), que não vê no horizonte qualquer possibilidade de uma ruptura institucional no Brasil, isso porque, segundo o emedebista, não há uma disposição das Forças Armadas para isso.

De acordo com a revista Oeste, a afirmação de Temer foi dada durante um evento com banqueiros. “Só acontece [ruptura institucional] se as Forças Armadas tiverem disposição para isso, os militares hoje não têm nenhuma disposição”, afirmou.

A declaração se dá poucos dias depois de Michel Temer ajudar o presidente Jair Bolsonaro a escrever uma carta à nação, se retratando após confrontar o Supremo Tribunal Federal (STF), na pessoa do ministro Alexandre de Moraes.

O emedebista disse ainda que está otimista em relação ao futuro do país e afirmou esperar que “arrefeçam os ânimos” entre o Governo Federal e o Poder Judiciário. “Há uma consciência de que cada Poder deve obedecer a regração constitucional”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.