Colunista Herbert Sousa
GP1

Prefeito Dr. Pessoa revoga portaria e amigo de Firmino Filho não vai para o Senado

O "presente" havia sido dado por Firmino Filho no apagar das luzes de seu mandato ao auditor Carlos Carlos e seria pago pelos combalidos cofres municipais.

O prefeito Dr. Pessoa passou a caneta e revogou a cessão do auditor-fiscal da Receita Municipal Carlos Antônio Meneses Carlos para o Senado Federal, com ônus para a Prefeitura de Teresina. 

A portaria revogando o "presente" dado pelo ex-prefeito Firmino Filho no apagar das luzes de seu mandato e que seria pago pelos combalidos cofres municipais foi publicada hoje na edição do Diário Oficial de Teresina.

Foto: Lucas Dias/GP1Dr. Pessoa e Firmino Filho
Dr. Pessoa e Firmino Filho

O auditor possui um dos maiores salários do município, por volta de R$ 30 mil, e foi cedido para exercer o cargo de Ajudante Parlamentar Júnior no apagar das luzes do mandato do tucano. 

O agora ex-assessor deverá se apresentar ao serviço público imediatamente.

Confira portaria abaixo:

Foto: Diário Oficial do MunicípioDr. Pessoa revogou portaria
Dr. Pessoa revogou portaria

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.