GP1

Prefeito Geno gasta R$ 65 mil com caixões em Matias Olímpio

Matias Olímpio, com 10 mil habitantes, registrou oito mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

A pandemia causada pelo novo coronavírus fez disparar o gatilho nas compras de caixões e serviços funerários por várias prefeituras piauienses. Agora foi a vez do prefeito de Matias Olímpio, Genivaldo Nascimento Almeida, o Geno (PTB), gastar mais de R$ 150 mil na contratação de serviços funerários para o município, que possui cerca de 10 mil habitantes segundo o IBGE.

O contrato macabro foi assinado no dia 15 de março e publicado no Diário Oficial dos Municípios. O gestor pagou a importância de R$ 158 mil para a empresa funerária Nacional Pax Serviços Póstumos LTDA.

Foto: Reprodução/FacebookPrefeito Genivaldo Nascimento
Prefeito Genivaldo Nascimento

Foram contratados os seguintes serviços: 80 caixões para adultos e 30 caixões infantis, tanatoproxia/formolização, translado, 50 mortalhas, 200 kits de velas e serviços funerários em geral. Somente com caixões foram gastos exatos R$ 65 mil.

Foto: Reprodução/Diário Oficial dos MunicípiosContrato firmado pelo prefeito Geno
Contrato firmado pelo prefeito Geno

Matias Olímpio, com 10 mil habitantes, registrou oito mortes por covid-19 desde o início da pandemia, conforme a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). No entanto, o prefeito já deve estar prevendo ainda mais mortes em decorrência da doença no município.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.