Colunista Herbert Sousa
GP1

Deputados do Piauí votam a favor do projeto que enfraquece Lei de Improbidade

A principal mudança é aplicar a punição apenas aqueles gestores públicos que agirem com dolo.

Todos os dez deputados do Piauí na Câmara Federal votaram a favor da nova Lei de Improbidade Administrativa que afrouxa as regras em vigor que combatem irregularidades cometidas por gestores públicos.

A nova lei é classificada por especialistas como um "retrocesso".

Foto: GP1Deputados do Piauí
Deputados do Piauí

A principal mudança é aplicar a punição por improbidade administrativa apenas aos gestores públicos que agirem com dolo, ou seja, com intenção de lesar a administração pública, excluindo as possibilidades de condenação pelos chamados atos culposos.

A votação juntou, em um só balaio, petistas, bolsonaristas e o centrão.

Saiba quem votou a favor da nova Lei de Improbidade:

Átila Lira (Progressistas)
Fábio Abreu (PL) 
Flávio Nogueira (PDT)
Iracema Portella (Progressistas)
Júlio César (PSD)
Marcos Aurélio Sampaio (MDB) 
Margarete Coelho (Progressistas)
Marina Santos (Solidariedade)
Merlong Solano (PT)
Rejane Dias (PT)

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.