GP1

Brasil

Motoristas mulheres da Uber poderão aceitar apenas passageiras no Brasil

O programa foi revelado em caráter experimental no ano passado em três cidades (Campinas, Curitiba e Fortaleza) e foi expandido ao longo de 2020. 
Por Estadão Conteúdo

Agora todas as motoristas mulheres da Uber em todo o Brasil poderão aceitar corridas apenas de passageiras. A empresa anunciou nesta quinta, 26, que a ferramenta U-Elas estará disponível para todas as motoristas da plataforma a partir de 8 de dezembro.

O programa foi revelado em caráter experimental no ano passado em três cidades (Campinas, Curitiba e Fortaleza) e foi expandido ao longo de 2020. O U-Elas é um botão dentro do aplicativo normal, que pode ser acionado a qualquer momento gratuitamente.

"A ferramenta pode ser ligada a qualquer momento e está disponível exclusivamente para parceiras mulheres e de identidade não-binária. Entendemos que esse é um primeiro passo para que, no futuro, tenhamos um número suficiente de mulheres dirigindo para também oferecer essa opção para usuárias mulheres com a mesma eficiência que é marca registrada da Uber", afirmou em nota Claudia Woods, diretora geral do Uber no Brasil.

Além da ferramenta, a empresa ampliou para todo o território nacional o o programa Elas na Direção, que oferece cursos online para as motoristas mulheres sobre educação financeira. A experiência nacional fez o programa ser lançado também na Costa Rica, Peru, Argentina, Paraguai e México.

A empresa, porém, ainda não realizou um pedido de longa data das passageiras: ter a opção de poder pedir carros apenas com motoristas mulheres.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Uber Eats passa aceitar pagamentos via Pix

Uber torna máscara obrigatória para passageiro e condutor

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.