GP1

Brasil

Globo teve prejuízo de R$ 114 milhões no primeiro semestre deste ano

A emissora divulgou documento com seus resultados financeiros deste primeiro semestre de 2021.

A rede Globo divulgou um documento com seus resultados financeiros referentes ao primeiro semestre de 2021. A empresa fechou o semestre com um prejuízo de R$ 114 milhões, devido à retomada nas gravações e os gastos com direitos esportivos.

De acordo com o colunista Guilherme Ravache, do site Notícias da TV, apesar de a Globo ter registrado um aumento de 17% nas receitas com publicidade, houve um crescimento significativo nas despesas, que resultou em uma queda de R$ 814 milhões no lucro operacional, 133% menor que o montante referente aos primeiros seis meses de 2020.

No ano passado, sem gravações e demissões por conta da pandemia, a emissora teve um lucro operacional de R$ 560 milhões no segundo trimestre. Já no primeiro semestre deste ano, a receita líquida da Globo chegou a R$ 6,451 bilhões e somente no segundo trimestre, a receita foi R$ 999 milhões maior do que no mesmo período de 2020.

Esse aumento de receita se deve, em sua maioria, aos eventos esportivos e atrações regulares. "Programas como Big Brother Brasil, telenovelas, esportes ao vivo e reality shows resultaram em importante recuperação das receitas de merchandising e publicidade nos canais digitais, free to air e por assinatura", consta o documento da direção da Globo.

No entanto, o crescimento da publicidade não impediu os prejuízos. As despesas aumentaram 69% e no primeiro semestre de 2021 o lucro operacional da empresa foi de R$ 201 milhões negativos.

A emissora afirma que a retomada de eventos esportivos e da programação normalizada justificam os prejuízos. "Custos e despesas foram 36% superiores ao primeiro semestre de 2020, impactados pelo retorno de eventos esportivos ao vivo e pela amortização de direitos esportivos de R$ 503 milhões, devido ao grande reescalonamento de jogos que afetou todas as competições do futebol brasileiro no ano de 2021", afirmou a empresa.

Prejuízo dobrado

A empresa, que teve prejuízo de R$ 51 milhões n primeiro semestre de 2020, viu esse valor triplicar em 2021, quando nesse mesmo período o prejuízo foi de R$ 114 milhões, representando uma piora de 122%. Em relação ao segundo trimestre deste ano, a emissora apresentou resultado líquido de R$ 257 milhões. O valor é 19% menor que os R$ 317 milhões do segundo trimestre de 2020.

Além disso, houve uma pequena queda no caixa da empresa. Em 30 de junho, a Globo tinha R$ 12,5 bilhões em contas bancárias, 3% a menos que no mesmo período de 2020.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.