GP1

Brasil

Mulher flagrada por esposo com mendigo no DF processa Sikêra Jr.

Sandra Mara entrou com processo judicial contra o jornalista por seus comentários depreciativos.

Sandra Mara Fernandes, mulher que foi encontrada pelo seu esposo, Eduardo Alves, em seu carro mantendo relações sexuais com o ex-morador de rua, Givaldo de Souza Alves, decidiu processar o apresentador Sikêra Jr. por causa de comentários depreciativos feitos por ele durante seu programa na RedeTV.

O processo foi protocolado na última sexta-feira (20) pelo advogado de Sandra. Ela acusa o apresentador, que já é conhecido pelo tom excessivo de seus comentários, dos crimes de injúria e difamação. O caso corre na 2ª Vara Criminal e 2º Juizado Especial Criminal de Planaltina.

Foto: Reprodução/ InstagramSandra Mara Fernandes e Sikêra Jr.
Sandra Mara Fernandes e Sikêra Jr.

Em seu programa Alerta Nacional, Sikêra afirmou que a mulher tinha uma fantasia de "subir no pau de sebo" e negou que ela tenha sido estuprada por Givaldo, conforme Sandra e o marido afirmam. Em tom irônico, ele afirmou que a relação com o homem em situação de rua era amor.

Sandra Mara postou um desabafo em suas redes sociais, no dia 27 de abril, e inclusive, ela fez menção aos comentários de Sikêra Jr. "Fui vítima de chacotas, humilhações em rede nacional. Fui taxada como uma mulher qualquer, uma mulher promíscua, uma mulher com fetiches, uma traidora. E mais ofendida ainda por ter sido atacada por outras mulheres que entenderam que eu merecia o pior", apontou ela.

Em seguida, ela continuou: "eu sempre soube que vivemos numa sociedade desigual, mas eu não escolhi ter um surto, eu não escolhi ter sido humilhada, eu não escolhi ter minha vida exposta e devastada", finalizou ela.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.