Se for para patrocinar curso sobre c*, Bolsonaro acerta ao cortar verba para Uespi

- atualizado

Após contingenciamento feito pelo Governo Bolsonaro na Educação, a Universidade Estadual do Piauí só vai receber R$ 5 milhões dos R$ 15 milhões que seriam destinados por meio de emendas da bancada federal do Piauí. O corte de gastos veio em boa hora, tendo em vista que a universidade está produzindo um minicurso intitulado ‘A filosofia como modo superior de dar o c*: ressonâncias entre Teoria Queer e a atividade filosófica’. A ‘palestra’ acontece no Campus de Parnaíba na próxima quinta-feira (16).

A atividade da universidade prova que o dinheiro do pagador de impostos vem sendo mal gasto nas instituições públicas, já que para ministrar o curso será necessário desembolsar passagens, hospedagens, transporte e alimentação para os palestrantes. O minicurso é realizado pelo Centro Acadêmico de Filosofia da Uespi com apoio da Universidade Estadual.

O evento também recebe o apoio das empresas Hipercópias, Água Schin, Bambu Sushi, Quero Açaí, Blends Burger, Lenon Rodrigues Advocacias, Sávio Medeiros Photografia.

  • Foto: DivulgaçãoPalestra da Uespi em ParnaíbaPalestra da Uespi em Parnaíba

O dinheiro destinado para a instituição poderia ser melhor utilizado para melhoria do ensino, para finalizar a obra interminável da biblioteca, solucionar o problema da falta de internet, insumos nos laboratórios, entre tantas outras coisas NECESSÁRIAS na instituição.

A indecência e a imoralidade vão além do assunto a ser tratado na palestra, embora ela venha a mostrar como as coisas perderam o prumo nos últimos anos.

Se fosse o Olavo de Carvalho comentando o tema da palestra, seria depravação; como são comunistas, eles denominam esse asco de cultura.

Por essas e outras o Piauí ganha destaque no país sendo alvo de piada e gozação.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811