GP1

Coronavírus no Piauí

Supermercados no Piauí poderão funcionar até as 23h no fim de semana

Nas últimas semanas, esses estabelecimentos só podiam funcionar até as 20h nos dias de lockdown.

O novo decreto assinado pelo governador Wellington Dias (PT) para conter o avanço da covid-19 no estado trouxe algumas mudanças em suas recomendações, uma delas diz respeito ao horário de funcionamento dos supermercados durante o lockdown no final de semana — sábado (24) e domingo (25). Esses estabelecimentos tiveram o horário de abertura expandido.

Clique aqui e confira o decreto

Nas últimas semanas, mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados e padarias só podiam funcionar até as 20h nos dias de lockdown. Com o novo decreto, esses estabelecimentos poderão ficar abertos até as 23h.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Wellington Dias
Decreto foi assinado pelo governador Wellington Dias

No entanto, permanece a restrição de vendas de alguns produtos durante o lockdown. Nos dois dias. os estabelecimentos ficam proibidos de comercializar artigos de vestuário, móveis, colchões, cama box, aparelhos celulares, computadores, impressoras e demais aparelhos e equipamentos de informática.

Segundo o decreto do Governo do Estado, a decisão pela prorrogação das medidas, com as alterações em relação aos horários, levou em consideração a constatação de estabilidade na demanda por leitos clínicos e de terapia intensiva; a regressão do estado de alta para estabilidade no número de óbitos por covid-19; bem como o esforço do Estado e dos Municípios na execução de medidas preventivas vinculadas ao fortalecimento do Programa Busca Ativa, das barreiras sanitárias e de outras ações de atenção primária à saúde.

Veja o que poderá abrir durante os dias de lockdown:

– mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios;
– farmácias, drogarias, produtos sanitários e de limpeza;
– bancos e lotéricas;
– oficinas mecânicas e borracharias;
– lojas de conveniência e lojas de produtos alimentícios situadas em rodovias estaduais e federais, exclusivamente para atendimento de pessoas em trânsito;
– postos revendedores de combustíveis e distribuidoras de gás;
– hotéis, com atendimento exclusivo dos hóspedes;
– distribuidoras e transportadoras;
– serviços de segurança pública e vigilância;
– serviços de alimentação preparada e bebidas exclusivamente para sistema de delivery ou drive-thru;
– serviços de telecomunicação, processamento de dados, call center e imprensa;
– serviços de saúde, respeitadas as normas expedidas pela Secretaria da Saúde do Estado do Piauí;
– serviços de saneamento básico, transporte de passageiros, energia elétrica e funerários;
– agricultura, pecuária, extrativismo e indústria;
– templos, igrejas, centros espíritas e terreiros.

Fiscalização

A fiscalização das medidas restritivas será exercida de forma ostensiva pelas vigilâncias sanitárias estadual e municipal, com apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e da Guarda Civil Municipal, onde houver.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.