GP1

Eleições 2022

Gustavo Henrique critica Fábio Sérvio por não citar Patriota como oposição

"O Patriota não é situacionista, mas também não é um partido que vende a alma", disse o pré-candidato.

O pré-candidato a governador do Piauí pelo Patriota, Gustavo Henrique, procurou o GP1 na noite desta sexta-feira (24) para criticar o pré-candidato a senador Fábio Sérvio (Podemos), após este não enquadrar a pré-candidatura do Patriota como oposição.

Em entrevista recente ao GP1, Fábio Sérvio citou as pré-candidaturas de Sílvio Mendes (União Brasil), Gessy Fonseca (PSC) e Major Diego Melo (PL) como sendo as únicas de oposição. Em resposta, Gustavo Henrique, que é presidente estadual do Patriota, afirmou que seu partido não é governista.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Gustavo Henrique
Gustavo Henrique

“Quero dizer que que o Patriota não é um partido situacionista, mas também não é um partido que vende a alma premeditadamente. O partido não se posiciona de acordo com os interesses pessoais, nós somos um partido de grupo, um partido que manterá pré-candidatura a governador, não irá colocar na prateleira pra depois tirar, para poder fazer alguma movimentação”, declarou Gustavo Henrique.

O presidente do Patriota disse ainda que admira muitos quadros do Podemos, mas reprovou a atitude de Fábio Sérvio. “O Podemos é um partido valoroso, é um partido de vanguarda, um partido que tem seus quadros, nomes espetaculares. Agora, eu não posso aceitar que um filiado ao partido e que se propõe a ser candidato majoritário venha aqui selecionar ao bel-prazer, apontando quem é e quem não é de situação e quem é de oposição”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.