GP1

Entretenimento

Conheça o piauiense que se tornou barbeiro particular de Ronaldo Fenômeno

Ao GP1, o profissional contou que deixou o Piauí em 2003, em busca de uma vida melhor no Sudeste do País.

O piauiense Lee Lennon, de 35 anos, natural de Cabeceiras do Piauí, cidade Localizada no Norte do Piauí, se tornou barbeiro particular do ex-jogador Ronaldo Fenômeno e de seu filho Ronald. Atualmente ele é gerente de uma rede de barbearia em São Paulo e barbeiro das estrelas.

Em entrevista ao GP1, o profissional contou que deixou o Piauí em 2003, em busca de uma vida melhor em estados do Sudeste do País. Lee Lennon começou a trabalhar como barbeiro aos 11 anos, no quintal de casa e cortava o cabelo dos amigos de graça.

“Eu passei a gostar da profissão aos 11 anos de idade, quando vi um pai e filho que eram barbeiro no meu interior. Com a curiosidade de criança pedi a um dos meus amigos que deixasse eu cortar o cabelo dele. Na época ainda não tinha eletricidade no lugar onde eu morava, cortava cabelo com uma tesoura que minha vó tinha de cortar tecido, um pente, e um navalhete improvisado de talo de coco babaçu. Eu atendia debaixo de um pé de caju que tinha atrás de casa, e logo começou a aumentar a procura, aí comecei a cobrar, o primeiro serviço que eu cobrei foi no valor de 0,50 centavos, mais como aumentou muito a procura mudei o valor pra R$ 1,50”, detalhou.

“Em 2015 passei a trabalhar exclusivamente cortando cabelo, entrei num curso de barbeiro, quando terminei o curso, pela experiência eles me chamaram para dar aula no curso, quando formei seis turmas de barbeiro. Hoje só estou lecionando curso de especialização, e sou gerente de uma rede de Barbearia aqui em São Paulo, onde também sou o responsável pela avaliação dos barbeiros que irão ser contratados”, contou o barbeiro.

Lee Lennon contou ainda que na barbearia que ele trabalha é frequentada por muitas pessoas famosas e que um desses clientes apresentou ele ao Ronaldo Fenômeno. Lee atende o ex-jogador a cada 15 dias ou em datas que ele tem entrevistas.

"No local onde eu trabalho, passam muitas pessoas influentes e foi através de uma dessas pessoas que sempre vai à barbearia que eu conheci o Fenômeno. Esse cliente postou no story do Instagram o corte feito comigo, e o Ronaldo que é amigo pessoal dele viu, foi aí que ele pediu que o rapaz entrasse em contato comigo, hoje ele mesmo me chama pra ir até a residência dele para atendê-lo. Geralmente eu corto o cabelo dele de 15 ou 20 dias, ou quando ele tem uma entrevista marcada, daí ele me chama”, finalizou o barbeiro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.