GP1

Entretenimento

Leo Dias pede perdão a Klara Castanho em carta aberta na internet

O jornalista publicou uma matéria pedindo perdão a atriz no final da tarde deste domingo (26).

O jornalista Leo Dias publicou uma matéria pedindo perdão a atriz Klara Castanho no final da tarde deste domingo (26), depois dele ter escrito matérias sobre ela ter engravidado, devido a um estupro, e posteriomente, entregar o bebê para adoção.

O texto de desculpas foi publicado no perfil do colunista no Instagram e no site do jornal Metrópoles, para o qual ele escreve sobre fofocas de famosos. Leo Dias explicou que as publicações que fez aconteceram depois da revelação de Klara nas próprias redes sociais dela. "A postagem que fiz relatando o nascimento da criança e a adoção foi posterior à carta que Klara escreveu sobre tudo o que passara. Ela foi covardemente exposta. Tenho consciência disso. Errei ao publicar qualquer linha a este respeito. Mesmo que a revelação da história não tenha partido de mim, mesmo que Klara tenha escrito uma carta pública narrando a dor que sentiu com toda esta violência e que eu só tenha escrito sobre o assunto após a carta dela ser publicada", admitiu.

No relato, o jornalista contou ainda que ficou sabendo do fato por meio de uma profissional do hospital onde Klara Castanho pariu o bebê. Posteriormente, ele entrou em contato com a atriz e eles conversaram através de uma ligação telefônica, em que ela pediu que Leo não escrevesse nenhuma matéria sobre o assunto e ele se comprometeu a não expor a história publicamente. Contudo, mesmo tendo garantido à atriz que não falaria sobre o caso, ele revelou que confidenciou a história a duas “pessoas próximas”.

Leo Dias disse ainda que em um ato irrefletido pediu até mesmo para adotar o bebê. "O relato de Klara foi tão impactante, aquela história era tão perturbadora, que, em um ato irrefletido, me ofereci para adotar a criança. E, desde aquele momento, esta história não saiu da minha cabeça", expressou.

Por fim, o colunista admite seu erro e pede perdão a atriz. "Mesmo que eu soubesse de tudo desde o início, eu não deveria ter escrito nenhuma linha sobre esta história ou ter feito qualquer comentário sobre algo que não tenho o direito de opinar. Apesar da minha proximidade com o fato, reconheço que não tenho noção da dor desta mulher. E, por isso, peço, sinceramente, perdão a Klara", finalizou.

Confira na íntegra o texto de Leo Dias:

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.