GP1

Esportes

Santos anuncia parcerias para aumentar número de sócios

O time também pretende captar jovens jogadores
Por Estadão Conteúdo

Enquanto o técnico Fábio Carille prepara o Santos para o importante jogo contra o América-MG, no sábado, a diretoria tem agido para fechar uma série de acordos, de olho no futuro. Nesta semana, o clube anunciou parcerias com empresas para aumentar o número de sócios e também captar mais jovens talentos para a equipe.

O trabalho na busca pelos jogadores é o que chama mais atenção no clube, conhecido por ter uma das bases mais produtivas do Brasil. Para revelar mais talentos, o Santos fez parceria com a Fity, empresa especializada em rede de escolas de futebol. A ideia é ampliar as ações da Rede Meninos da Vila.

"Costumamos falar que o Meninos da Vila é o Sonho Possível, pois o Santos FC é um clube que oportuniza aos destaques das escolas a chance de atuar no futebol de alto nível no clube. A Fity vem em boa hora, por toda sua expertise e cases no mercado", afirmou o executivo de marketing do Santos, Rafael Soares.

Nas últimas semanas, a rede de escolinhas do Santos inaugurou cinco unidades em cidades como Vargem Grande (SP), Fortaleza, Ananás (TO), Registro (SP) e Itapetininga (SP). No total, são 57 franquias no Brasil e 20 no exterior.

Ao mesmo tempo em que fortalece sua escolinha, o Santos acertou com a empresa japonesa Dreamstock para agilizar a captação de mais jogadores para a sua base. A empresa conta com a plataforma DSFootball, um banco de dados com 310 mil atletas cadastrados e 250 clubes parceiros no planeta.

"Nós vamos fornecer a nossa tecnologia e equipe, para ajudarmos o Santos na captação de atletas para a base. E também nas negociações internacionais. Fazemos as captações no nossos banco de dados e no mercado", explicou o executivo da empresa na América Latina, Euler Victor.

A diretoria santista também se movimentou para recuperar e ganhar mais sócios-torcedores, programa que conta atualmente com 25 mil integrantes, número considerado baixo em comparação aos demais da elite. O clube tenta ainda resgatar sócios inativos. Por isso, fechou parceria com o Grupo End to End, especializado em atendimento e engajamento de fãs.

"Entendemos que era a hora de avançar e fazer uma busca ativa de sócios, não apenas de forma passiva, como o que acontecia, e buscamos uma empresa que atue com call center, entenda do público de futebol e tenha sistemas inteligentes para tratar a base de dados", explicou Rafael Soares, do marketing santista.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.