GP1

Esportes

São Paulo perde para o Atlético e segue sem vencer no Brasileiro

A equipe tricolor sequer foi às redes em três jogos na competição.
Por Estadão Conteúdo

O mesmo São Paulo que fez nove gols contra o 4 de Julho na terça-feira, pela Copa do Brasil, segue sem balançar as redes no Brasileirão e continua zerado em vitórias na competição. Os jejuns foram mantidos na tarde deste domingo, quando o time comandado por Hernán Crespo perdeu por 1 a 0 para o Atlético-MG, em jogo válido pela terceira rodada, no Mineirão. O gol da vitória atleticana foi marcado por Jair.

Com apenas um ponto somado, o São Paulo buscará a reabilitação na próxima quarta-feira, durante a abertura da quarta rodada, em duelo contra a Chapecoense, no Morumbi, às 19 horas. No mesmo horário, o Atlético-MG, que briga pelas primeiras posições, com seis pontos, enfrenta o Internacional, no Beira-Rio.

A derrota são-paulina deste domingo veio acompanhada de uma atuação pouco satisfatória, diante de um adversário que jogou com inteligência. O Atlético entrou em campo buscando trocar passes com velocidade, enquanto o São Paulo apostava em investidas de Reinaldo pela esquerda. Nenhuma das estratégias, entretanto, se mostrou efetiva nos primeiros momentos, já que as equipes cometiam muitos erros e deixavam as ações concentradas em um perde e ganha no meio de campo.

Perto dos dez minutos, as jogadas começaram a amadurecer para o lado atleticano, que ofereceu perigo em finalização de Keno, durante contra-ataque puxado por Hulk, e parou em defesa de Volpi, no um a um. O São Paulo ensaiou uma resposta com jogadas mal concluídas por Gabriel Sara e Rigoni, mas não evoluiu e ainda viu time mineiro crescer no jogo.

Com a troca de passes acertada, os atleticanos usaram o artifício para lidar com a marcação alta do São Paulo, tanto que conseguiram tirar o zero do placar graças a uma jogada que começou lá atrás, aos 16 minutos. Após toques pacientes no campo de defesa, a bola chegou aos pés de Hulk, no meio de campo, e ele arrancou até a área, onde soltou para Hyoran, que enfiou rasteiro para Jair apenas empurrar para dentro.

Atrás no placar, o São Paulo passou a ficar mais com a bola, muito por concessão do Atlético, e não fez muito com ela nos pés. Além disso, o técnico Hernán Crespo teve que fazer uma substituição nos minutos finais antes do intervalo, pois Miranda sentiu uma fisgada na coxa e pediu para sair. Igor Vinícius entrou.

Os dois times voltaram para o segundo tempo cheios de energia e protagonizaram minutos iniciais de muita velocidade: investidas são-paulinas eram rapidamente respondidas pelos atleticanos. Apesar disso, a quebra da última linha se mostrou um desafio para ambos os lados, ineficientes no último passe ou nas finalizações.

De qualquer maneira, o cenário se mostrou mais favorável para o Atlético, que optou por não se arriscar e deixou o São Paulo ficar mais com a bola. Com a marcação bem acertada, o time mineiro viu são-paulinos pouco criativos para furar a defesa e conseguiu segurar o resultado sem sofrer maiores sustos até o apito final do árbitro Anderson Daronco.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.