GP1

Esportes

Atlético-GO frustra estreia de Suárez pelo Nacional na Sul-Americana

Astro uruguaio entra apenas aos 28 minutos do 2° tempo e passa em branco em retorno ao futebol local.
Por Estadão Conteúdo

Na estreia de Luis Suárez, quem brilhou foi o atacante Luiz Fernando, que fez o gol da vitória do Atlético-GO por 1 a 0 frente ao Nacional de Montevidéu na noite desta terça-feira (02), no estádio Parque Central, pela partida de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Com a vitória, o Dragão jogará pelo empate no duelo de volta, marcado para terça-feira (09), às 19h15, no Serra Dourada, para carimbar vaga na semifinal. O Nacional precisará vencer por dois gols de diferença para avançar direto ou por vantagem de um gol para levar a decisão aos pênaltis.

O que era para ser festa no Parque Central, virou confusão quando o árbitro apitou o final do jogo. O clima esquentou entre os jogadores, mas aqueles que estavam mais calmos entraram em ação para separar o princípio de confusão.

Após 16 anos na Europa, Luis Suárez voltou ao futebol sul-americano para ser a principal estrela do Nacional. Ansiosa, a torcida lotou o Parque Central para ver o ídolo um pouco mais de perto. O técnico Pablo Repetto, no entanto, o deixou no banco de reservas.

Pensando na possibilidade de enfrentar o atacante e na má fase no Brasileirão Série A, Jorginho fez sete mudanças no Atlético-GO e mostrou preocupação quando Ronaldo, com uma lesão no ombro, deixou o campo e foi levado para o hospital em Montevidéu.

O time brasileiro se aproveitou da ausência de Suárez para abrir o placar logo aos 21 minutos. Após belo cruzamento de Léo Pereira, Luiz Fernando cabeceou no fundo das redes. Após o gol, o Atlético-GO assumiu o domínio da partida e contou com boas defesas de Renan para ir para o intervalo em vantagem.

No segundo tempo, o Nacional jogou o Atlético para a defesa e chegou a colocar uma bola no travessão em um forte chute de esquerda de Cândido. Mas os olhares estavam em Luis Suárez. A torcida vibrava a cada movimento do atacante e comemorou como um gol quando ele foi chamado para entrar em campo.

Aos 28 minutos, o maior artilheiro da história da seleção do Uruguai entrou para impulsionar o time dentro de campo. Demorou para se encontrar nesse seu retorno, mas quando recebeu com mais espaço, cruzou para Ignacio Ramírez. O atacante pegou de primeira e jogou na trave.

Luis Suárez, no entanto, passou em branco em seu retorno. O Atlético se segurou e contou com boa atuação do goleiro Renan - eleito pela Conmebol como o craque do jogo -, para largar na frente na busca por uma vaga na semifinal da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

NACIONAL-URU 0 X 1 ATLÉTICO-GO

NACIONAL - Rochet; Lozano (Otormín), Léo Coelho, Marichal e Cándido (José Rodríguez); Yonathan Rodríguez (Ignacio Ramírez), Carballo, Trezza (Ocampo), Zabala e Fagúndez (Luis Suárez); Gigliotti. Técnico: Pablo Repetto.

ATLÉTICO-GO - Ronaldo (Renan); Hayner, Wanderson, Klaus e Arthur Henrique (Jefferson); Baralhas, Edson Fernando e Jorginho (Marlon Freitas); Léo Pereira (Wellington Rato), Churín (Peglow) e Luiz Fernando. Técnico: Jorginho.

GOLS - Luiz Fernando, aos 21 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Eber Aquino (PAR)

CARTÕES AMARELOS - Marichal (Nacional); Baralhas, Churín, Hayner, Jorginho e Léo Pereira (Atlético-GO)

LOCAL - Parque Central, em Montevidéu (URU).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.