Brejo do Piauí - PI

Acusado de matar enteado e filha no Piauí vira réu na Justiça

A decisão do juiz de direito José Carlos da Fonseca Lima Amorim, da Vara Única de Canto do Buriti, é da última segunda-feira (29).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz de direito José Carlos da Fonseca Lima Amorim, da Vara Única de Canto do Buriti, recebeu denúncia do Ministério Público do Estado contra Danilo Veras dos Santos acusado de matar o enteado Kaio Costa de Sousa e a filha Maria Vitória Veras dos Santos em Brejo do Piauí. A decisão é da última segunda-feira (29).

Danilo foi preso no dia 13 de outubro acusado de matar o enteado de 11 anos e a filha de apenas 5 meses. As investigações da polícia apontaram que Danilo estuprou a filha e que o menino teria presenciado, razão pela qual o acusado matou a criança por asfixia por estrangulamento.

  • Foto: GP1Kaio e o padrasto Danilo acusado de homicídioKaio e o padrasto Danilo acusado de homicídio

Depois de matar Kaio, o acusado agrediu a filha que foi internada em estado grave, com múltiplas fraturas, na UTI pediátrica do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. No entanto, a bebê não resistiu e faleceu no dia 15 de outubro.

O juiz decidiu então pelo recebimento da denúncia por a mesma apresentar em “seu contexto os requisitos básicos e elementares de sua admissibilidade insertos no artigo 41 do Código de Processo Penal (doravante CPP), além disso, veio acompanhada de mínimo de prova sobre a materialidade”.

O magistrado decidiu ainda pela manutenção da prisão de Danilo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mãe de filhos mortos pelo companheiro no Piauí conta detalhes do crime

Bebê estuprada e agredida pelo próprio pai morre em Floriano

Padrasto é preso acusado de matar enteado em Brejo do Piauí