Teresina - PI

Acusado de matar esposa a facadas no Socopo vira réu na Justiça

A decisão da juíza de direito Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, foi dada na última terça-feira (13).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

A juíza de direito Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, recebeu denúncia contra Francisco das Chagas Pinheiro dos Santos, mais conhecido como Chico Tampinha, acusado de matar a esposa Marlusia da Conceição Jacob dos Santos, com 22 facadas, no mês de junho. A decisão foi dada nessa terça-feira (13).

A magistrada destacou na decisão que ficou demonstrada a justa causa para a deflagração da ação penal, pois está presente a prova da materialidade do fato pela Recognição Visuográfica de Local de Crime e pelo Laudo Cadavérico da vítima.

  • Foto: DivulgaçãoAcusado de matar esposa vira réu na JustiçaAcusado de matar esposa vira réu na Justiça

“Os indícios de autoria/participação, por sua vez, encontram-se evidenciados pela própria confissão do acusado e depoimentos colhidos durante a investigação criminal”, completou a juíza.

Foi determinada ainda a citação do acusado para responder à acusação, por escrito, no prazo de 10 dias. Depois desse prazo, será aberta vista ao Ministério Público do Estado do Piauí.

Pedido de liberdade negado

A defesa de Francisco pleiteou a revogação de sua prisão preventiva ou a substituição por medidas cautelares alternativas. O pedido recebeu parecer desfavorável por parte do Ministério Público, por entender que persistem os requisitos para a manutenção da segregação provisória.

Na decisão, a juíza disse que a manutenção da prisão preventiva encontra-se justificada pela necessidade de garantia da ordem pública, tendo em vista a gravidade concreta do fato.

“Considera-se nesse contexto, conforme dados emanados dos autos, que o denunciado teria ceifado a vida da vítima por meio de vários golpes de arma branca (faca), aproximadamente 22 perfurações, conforme descrito no laudo cadavérico. O crime teria ocorrido pelos ciúmes que o acusado nutria pela vítima”, ressaltou.

Ao final, foi indeferido o pedido de revogação da prisão preventiva.

Relembre o caso

Marlusia da Conceição Jacob dos Santos, 43 anos, foi assassinada com várias facadas, no início da tarde de 4 de junho, no bairro Socopo, zona leste de Teresina. Francisco das Chagas Pinheiro dos Santos, mais conhecido como Chico Tampinha, de 51 anos, marido da vítima, foi preso acusado de ser o autor. O casal tem três filhos.

  • Foto: DivulgaçãoMarlúcia SantosMarlúcia Santos

Marlusia trabalhava como garçonete na pizzaria Ice Cream, localizada na Avenida Presidente Kennedy e Chico é vigia na Funaci (Fundação Padre Antônio Dante Civiero). Uma irmã da vítima relatou que Marlusia já havia conversado com o marido que queria a separação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Decretada prisão preventiva de acusado de matar esposa no Socopo

Câmera flagra acusado de matar esposa fugindo de casa no Socopo

Homem acusado de assassinar esposa é preso no Povoado Soinho

Mulher é morta no bairro Socopo e suspeito é o próprio marido