Barras - PI

Acusado de matar Kelson Feitosa será ouvido nesta terça-feira

Centenas de populares estão protestando em frente ao fórum, pedindo Justiça.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

Está acontecendo hoje (23), na cidade de Barras, a  audiência para que seja ouvido em juízo o assassino confesso do advogado Kelson Dias Feitosa, Francisco de Sousa Rosa. Centenas de populares estão protestando em frente ao fórum, pedindo Justiça. O advogado foi morto no dia 06 de junho de 2016.

A defesa ajuizou pedido de revogação de prisão preventiva, através do advogado Hamilton Coelho Resende Filho, que argumenta que o acusado é primário, tem bons antecedentes e reside em endereço certo e conhecido.

  • Foto: DivulgaçãoAudiência acontece nesta terça-feira Audiência acontece nesta terça-feira

Entenda o caso

Francisco de Sousa Rosa foi denunciado à Justiça pela prática dos crimes tipificados como homicídio qualificado por motivo fútil e mediante a utilização de recursos que impossibilitou a defesa da vítima, bem como da tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil.

Segundo a denúncia, Francisco de Sousa Rosa, no dia 13 de junho de 2016, às 10h, foi até o escritório de advocacia localizado a Rua Leônidas Melo, 180, na cidade de Barras, e utilizando uma arma de fogo, deflagrou 5 tiros contra o advogado Kelson Dias Feitosa, provocando a sua morte. Em seguida dirigiu-se ao Mercadinho Veloso, onde de arma em punho, efetuou disparos contra a vítima Sebastião da Silva Veloso, porém, os cartuchos não foram deflagrados e em seguida efetuou várias coronhadas contra a cabeça de Sebastião.

O advogado assassinado esteve dias antes, em 07 de junho, no Fórum da Comarca de Demerval Lobão, numa audiência com o assassino confesso, que havia ajuizado ação reparatória de danos morais. Kelson era o advogado de Sebastião da Silva Veloso.