Piracuruca - PI

Capitão Anderson estava dirigindo acima da velocidade permitida, diz PRF

Segundo os levantamentos feitos na BR 343, o veículo conduzido pelo capitão Anderson estava com um pneu de emergência e era pilotado acima da velocidade.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI), revelou nesta quinta-feira (1º), que foi realizado um levantamento no local onde ocorreu o acidente que vitimou o presidente municipal do PSL, capitão Anderson, e foi constatado que o militar trafegava em velocidade acima do permitido.

Conforme o inspetor da PRF-PI, Alexsandro Lima, segundo os levantamentos feitos na BR 343, no município de Piracuruca, o veículo conduzido pelo capitão Anderson estava com um pneu de emergência e era estava sendo conduzido pelo militar acima da velocidade permitida na rodovia. Por estar com pneu de emergência, o veículo só poderia desenvolver uma velocidade máxima de 80 km/h.

“De acordo com levantamentos feitos no local e testemunhas, o veículo desenvolvia velocidade incompatível para o local e utilizava um pneu de emergência que por orientação técnica só pode desenvolver velocidade máxima de 80 km/h”, informou Alexsandro Lima.

  • Foto: DivulgaçãoPRF atendeu a ocorrênciaPRF atendeu a ocorrência

Corpo ficou presos nas ferragens

A PRF-PI divulgou hoje um vídeo mostrando bombeiros retirando o corpo do capitão Anderson das ferragens de seu veículo. O militar morreu hoje após sofrer um acidente na BR 343, em Piracuruca. O acidente ocorreu por volta de 8h15 no município de Piracuruca. O veículo estava sendo conduzido pelo capitão Anderson, que perdeu o controle, saiu da pista e em seguida colidiu em uma árvore.

Vídeo mostra momento que corpo do capitão Anderson é retirado de carro

Vídeo mostra momento que corpo do capitão Anderson é retirado de carro. #PortalGP1 #GP1 #CapitãoAnderson

Posted by GP1 - O 1º Grande Portal de Notícias do Piauí on Thursday, August 1, 2019

Devido a colisão, a vítima ficou presas as ferragens e foi necessário acionar o Corpo de Bombeiros. Por volta de meio-dia a equipe de bombeiros concluiu os trabalhos e o corpo do militar foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal de Teresina.

Seguia para Parnaíba

Anderson estava a caminho de Parnaíba, onde ajudaria a assessoria do prefeito Mão Santa a organizar a vinda do presidente Jair Bolsonaro, que acontece no próximo dia 14 de agosto. O capitão era bombeiro militar e faleceu aos 44 anos.

De acordo com o empresário Manoel Lopes, o Nel do Movimento Avança Piauí, no caminho o capitão parou em diversas cidades para falar com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Anderson foi presidente da Associação de Bombeiros do Piauí e havia sido empossado como presidente do PSL de Teresina no mês de julho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Corpo do capitão Anderson é retirado das ferragens de carro

Relembre encontro do capitão Anderson com Jair Bolsonaro em Teresina

Amigos lamentam morte do capitão Anderson em acidente na BR 343

Capitão Anderson morre em acidente de carro na BR 343