Teresina - PI

Corpo do Capitão Anderson é enterrado ao som de "Amigos para Sempre"

Ele morreu na manhã de quinta-feira (1) em um acidente de carro a caminho de Parnaíba.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Corpo do Capitão Anderson é enterrado em Teresina

O corpo do capitão Anderson foi sepultado na manhã dessa sexta-feira (2) no cemitério São José, na zona norte da cidade de Teresina, ao soma da música "Amigos para Sempre", sob forte comoção. Vários companheiros do Corpo de Bombeiros do Piauí, da Polícia Militar e políticos compareceram ao enterro.

O capitão Anderson era presidente da Associação de Bombeiros do Piauí, mas tinha saído do cargo porque foi empossado como presidente do diretório do PSL de Teresina no mês de julho. Ele morreu na manhã de quinta-feira (1) em um acidente de carro a caminho de Parnaíba. O capitão Anderson era o único filho homem de quatro irmãos. Ele deixa mulher e uma filha que vai completar 2 anos em setembro.

O tenente Flaubert Rocha, presidente da Associação de Bombeiros Militares do Piauí, afirmou que trabalhou junto com Anderson por melhorias pela categoria e destacou que o capitão estava com algumas preocupações com a recente vida política.

“Desde aspirante ele tinha esse idealismo, esse diferenciado. Ele foi instrutor da maioria dos bombeiros. Em relação a luta de categoria, temos uma luta de mais de 10 anos, viajamos, buscamos acompanhar os colegas e esse é o histórico de luta. Ele passou para a parte de política e tive que assumir novamente a associação. Até perguntei recentemente como ele estava, e ele tinha dito que na política que tinha muita coisa errada e que se permanecesse vendo coisas errada iria sair. Como somos classistas, temos uma visão diferenciada, temos nossas condutas e convicções”, destacou Flaubert.

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, destacou o trabalho desenvolvido por Anderson desde o Corpo de Bombeiros. “As pessoas tem feito essa afirmação da questão política, mas o Anderson tem um histórico antes da política, ele tem um trabalho feito no Corpo de Bombeiros na parte operacional e então a partir daí ele começou a marcar uma posição em respeito desse compromisso dele como bombeiro. Entrou na parte de associação, em defesa da classe, e ultimamente estava na parte da política em si. Foi candidato a deputado estadual e recentemente assumiu o PSL, e tenho a certeza que seria um grande político”, pontuou Fábio Abreu.

Durante o sepultamento, companheiros de farda fizeram várias homenagens para o capitão Anderson. Uma salva de tiros foi feita antes do corpo do militar ser enterrado.

PSL fará homenagem

O capitão Anderson viajava para a cidade de Parnaíba para tratar sobre a visita de Jair Bolsonaro. Ele iria se encontrar com membros da equipe do prefeito Mão Santa. O vereador Luís André, presidente estadual do PSL no Piauí, disse que está sendo preparada uma homenagem ao capitão no evento de visita de Bolsonaro. Ele ainda destacou que a morte do militar é uma "perda irreparável".

“É realmente uma perda irreparável, o capitão Anderson era um jovem de 44 anos, que estava no sonho de construir uma chapa para vereador. É uma perda irreparável, uma lacuna que deixa no PSL do Piauí. Sempre vamos prestar solidariedade à família, vamos levar seu legado, pelo comportamento dele, levando essa bandeira dele de seriedade”, disse Luis André.

Ele destacou que uma homenagem será feita ao capitão. “Já está sendo organizado, nada mais justo. Já o encontro do partido que ocorreria dia 17, vai ser postergado para o próximo mês, pois agora não temos condição de fazer”, destacou o vereador.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Capitão Anderson morre em acidente de carro na BR 343

Capitão Anderson estava dirigindo acima da velocidade permitida, diz PRF

Luís André diz que PSL está de luto pela morte do capitão Anderson

Irmã diz que capitão Anderson vivia rotina intensa de trabalho