Teresina - PI

Detento é morto com várias perfurações na Penitenciária Irmão Guido

A Secretaria de Estado da Justiça se manifestou, através de nota, informando que o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Wanessa Gommes
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um detento identificado como Juniel Rodrigues Sena Rosa foi morto, na manhã desta sexta-feira (14), por volta das 11h30, na Penitenciária Irmão Guido, localizada na zona sul de Teresina.

Segundo informações do Kleiton Holanda, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), o detento foi morto com várias perfurações feitas com vergalhões retirados da própria penitenciária. “Foi por volta das 11h30, o detento identificado como Juniel Rodrigues, foi brutalmente assassinado, no horário de banho de sol, por outros detentos ainda não identificados. Foi morto com vergalhões tirados da estrutura da unidade. Foram centenas de perfurações, não dá nem para contar, principalmente na região da cabeça”, relatou.

  • Foto: Helio Alef/GP1Kleiton HolandaKleiton Holanda

Para Kleiton, essa morte mostra uma fragilidade do sistema no sentido de minimizar esse tipo de crime. “É o 5º preso que morre no sistema prisional, somente no ano de 2019. Um número já bastante elevado”, afirmou.

Superlotação e falta de servidores

Kleiton voltou a criticar a superlotação que atinge as unidades prisionais e a falta de agentes penitenciários. “A Irmão Guido passa por um problema crônico como todas as unidades prisionais. São 324 vagas, mas tem 551 presos atualmente e dentro desse contexto a própria unidade prisional tem problemas estruturais, e mais um agravante é o número de servidores que ainda é muito pequeno relacionada a quantidade de detentos, é uma média de 8 agentes penitenciários por plantão, e eles não tem como cobrir essa área, no mesmo tempo que faltam agentes há agentes aprovados no concurso de 2016 aguardando curso de formação, são 176 agentes”, declarou.

"E ainda os advogados das famílias das pessoas que são assassinadas entram na Justiça e ganham centenas de milhares de reais como indenização porque o preso é custodiado pelo Estado e isso é um fato lamentável", criticou.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Justiça se manifestou, através de nota, informando que a morte do preso foi constatada após vistoria da equipe de plantão da unidade e que o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso. Confira abaixo a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado da Justiça informa que o detento Juniel Rodrigues Sena Rosa foi encontrado morto, na manhã de hoje, em uma das celas do pavilhão C da Penitenciária Regional Irmão Guido. O fato foi constatado após vistoria da equipe de plantão da unidade. O óbito foi comunicado à Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Instituto Médico Legal (IML), que esteve no local para procedimentos legais acerca do caso. A Sejus também abrirá procedimento administrativo para apurar a ocorrência.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Detento é encontrado morto dentro da Casa de Custódia de Teresina

Presidiário é assassinado dentro da Casa de Custódia de Teresina

Detento morre após trabalhar em sítio de agente penitenciário em Altos

Detento é morto dentro da Casa de Custódia de Teresina