Teresina - PI

Detento que soldava portão foge da Casa de Custódia em Teresina

De acordo com a Sejus, o preso trabalhava na soldagem de um portão lateral e se aproveitou do descuido de um servidor que estava responsável por sua supervisão.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou, nesta quinta-feira (02), que um detento da Penitenciária Professor José Ribamar Leite, a antiga Casa de Custódia, identificado como Francilio Lima Teles, fugiu do local após um descuido de um servidor enquanto estava realizando um serviço de soldagem no portão da unidade prisional, na zona sul de Teresina.

De acordo com a Sejus, foi aberto um procedimento para investigar a fuga do preso. O caso ocorreu dia 30 de junho por volta de 16h enquanto Francirio trabalhava na soldagem de um portão lateral e se aproveitou do descuido de um servidor que estava responsável por sua supervisão.

  • Foto: Helio Alef/GP1Casa de Custódia de TeresinaCasa de Custódia de Teresina

Já o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), por meio de nota, destacou que é necessário averiguar o histórico de fugas do detento e não realizar um julgamento prévio do servidor.

Confira a nota da Sejus na íntegra

A Secretaria de Estado da Justiça informa que o preso Francilio Lima Teles fugiu no último dia 30 de junho, por volta das 16h, da Penitenciária Prof. José Ribamar Leite. O preso estava fazendo um serviço de soldagem em um portão lateral da unidade e aproveitou o descuido do servidor para empreender fuga. A Sejus abriu procedimento para investigar a causa da fuga.

Confira a nota do Sinpoljuspi na íntegra

O Sinpoljuspi irá averiguar as informações sobre o histórico de fuga do detento, assim como as reais circunstâncias acerca da fuga relatada, afim de evitar imputações injustas e dissociadas da verdade real. Desde já, o sindicato repudia o prévio julgamento de servidor ou servidores sem o devido processo legal e sem a obediência aos princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório, garantia maior de todos os brasileiros, assegurados pela Constituição Federal.