Teresina - PI

DHPP assume investigação sobre morte do cabo Samuel Borges

O delegado Barêtta afirmou ao GP1 neste domingo (03), que vai analisar se chamará ou não o acusado para depor.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

O delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), disse em entrevista ao GP1 neste domingo (03),que vai investigar a morte do cabo Samuel de Sousa Borges, assassinado a tiros na frente do filho na última sexta-feira (01) na zona leste de Teresina. O acusado de matar a vítima, é o policial militar do Maranhão, Francisco Ribeiro dos Santos Filho.

“O Delegado Geral determinou que o caso vá para o DHPP, então eu pedi para minha equipe ir pegar o flagrante lá na Central, para que eu possa analisar o trabalho que já foi feito pelos colegas e dar prosseguimento a investigação”, disse Barêtta.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegado Francisco Costa, o BarêttaDelegado Francisco Costa, o Barêtta

“Vou estudar o caso, ver quem eles já ouviram, quem falta ser ouvido. Mas acredito que essa semana a gente vá ouvir as testemunhas que presenciaram a discussão, o próprio delegado Willame que chegou lá no momento e deu a voz de prisão”, completou.

O delegado ainda afirmou que vai analisar se chamará ou não o acusado para depor. “Vou analisar se há a necessidade de ouvir o PM lá do Maranhão, porque ontem ele usou o direito de permanecer em silêncio na audiência de custódia, vimos que ele não vai falar. Então a gente se preocupa em construir as provas direitinho, livre e independente da versão do indiciado, porque eles na verdade contam uma história que venha a favorecer a eles, e nós vamos em busca da verdade dos fatos. Vamos fazer as oitivas, algumas diligências que sejam necessárias para arrematar o inquérito policial para que o Ministério Público e o juiz possam se embasar”, afirmou.

Francisco Ribeiro dos Santos Filho, se encontra recolhido em uma sela especial da Penitenciária Irmão Guido, localizada na zona sul de Teresina.

O crime

Samuel foi morto com três tiros na cabeça, na frente do filho, próximo a um colégio particular, na zona leste de Teresina, na tarde desta sexta-feira (01). O acusado é Francisco Ribeiro dos Santos Filho, soldado da Polícia Militar do Maranhão, lotado no 11º BPM de Timon.

  • Foto: DivulgaçãoCabo Samuel de Sousa BorgesCabo Samuel de Sousa Borges

Ele foi detido por populares que tentaram linchá-lo, não obtendo êxito por causa da chegada do delegado Willame Moraes, que impediu a ação e realizou a prisão.

O soldado foi encaminhado para a Central de Flagrantes e em seguida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em decorrência dos ferimentos sofridos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Policial Samuel Borges foi assassinado no dia de sua formatura

Corpo do cabo Samuel Borges é sepultado ao som de "Amigos para Sempre"

Decretada prisão preventiva do acusado de matar cabo Samuel Borges