Picos - PI

Edilson Carvalho quer metade das secretarias para o PTB de Picos

As declarações do vice-prefeito causaram descontentamento entre os outros partidos aliados do prefeito Padre José Walmir de Lima (PT).

GERMANA CHAVES
DE TERESINA
- atualizado

Dizendo que os trabalhistas foram os mais importantes na recondução do prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), ao Palácio Coelho Rodrigues, o vice-prefeito Edilson Alves de Carvalho está cobrando mais espaço para o PTB. Segundo ele, o correto é que fosse meio a meio, ou seja, que seu partido comandasse a metade das secretarias municipais

A administração do Padre Walmir conta com quinze secretarias municipais, mais a Chefia de Gabinete e, desse total três pastas estão sob o comando do PTB. Saúde, Serviços Públicos e Cultura. Se o desejo de Edilson Carvalho fosse atendido pelo menos oito secretarias ficariam em poder do PTB.

  • Foto: GP1Vice-prefeito Edilson Carvalho cobra mais secretarias para o PTBVice-prefeito Edilson Carvalho cobra mais secretarias para o PTB

Segundo o vice-prefeito Edilson Carvalho, após entendimentos do seu irmão Getúlio Alves de Carvalho com o prefeito Padre Walmir, a participação do PTB na gestão municipal será ampliada. Além das três pastas que já comandava, a sigla foi contemplada com mais uma, Agricultura e Abastecimento.

Apesar disso, o vice-prefeito Edilson Carvalho ainda não está satisfeito e cobra mais espaço para o PTB. “A meu ver tinha que ser meio a meio, mas, como o Padre [Walmir] diz, foram muitos os partidos que ajudaram a elegê-lo e todos são importantes, por isso cada um tem que ter a sua participação”, ponderou.

Reafirmando que o PTB merece mais, o vice-prefeito Edilson Carvalho defendeu que o partido tenha autonomia para gerir as pastas nas quais vai indicar o secretário. No entanto, admite que possa não ser 100 por cento assim, pois, segundo ele, o prefeito precisa ter conhecimento em tudo da gestão.

“Na minha concepção quando se entrega uma secretaria é para quem se tem confiança, mas soube que pode ter alguma interferência. Seria bom que não acontecesse para se poder saber realmente de quem é o trabalho, quem está gerindo. Então, seria bom que fosse ‘porteiras fechadas’ como se diz no popular” – defendeu Edilson Carvalho (PTB).

O vice-prefeito Edilson Carvalho disse ainda que não acredita que a ampliação da participação do PTB na gestão do Padre Walmir possa causar ciúmes junto aos outros partidos da base, até porque isso já era esperado. “Acho que existem partidos que estão bem mais aquinhoados do que o PTB” – ressaltou.

  • Foto: GP1Edilson Carvalho quer metade da Prefeitura para o PTBEdilson Carvalho quer metade da Prefeitura para o PTB

Mudanças no secretariado

Segundo o vice-prefeito Edilson Carvalho, até a próxima terça-feira, 20, o prefeito Padre Walmir deverá dá posse aos novos secretários indicados pelo PTB.

Pelo que ficou acertado Marília Bezerra, esposa do vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha; deixará a Cultura e assumirá a Saúde. Em lugar dela assume alguém indicado pela vereadora Francisca Celestina de Sousa, a Dalva Mocó (PTB). Na Secretaria de Agricultura e Abastecimento retorna Camila de Sousa Luz, filha do vereador José Arimateia Luz, que é filiado ao PSL, mas faz parte do grupo político do deputado Nerinho (PTB).

Mais conteúdo sobre: