Política

Em áudio, Iracema Portella faz duras críticas a Wellington Dias

"Essa estrada ela não será feita agora nesse governo que está aqui, Wellington Dias. Esqueçam porque realmente não vão fazer mesmo essa estrada”, disse a deputada em Morro Cabeça no Tempo.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O GP1 teve acesso a uma sequência de aúdios atribuídos a deputada federal Iracema Portella (Progressistas) onde ela faz duras críticas ao Governo Wellington Dias (PT). A parlamentar deu as declarações em discurso no município de Morro Cabeça no Tempo, no último sábado (25). Na oportunidade ela afirma aos presentes que uma estrada que daria acesso o município não será construída na atual administração do PT.

A deputada chega a se comprometer com os moradores do município quando garante que na gestão do Progressistas, que pretende assumir o comando do Palácio de Karnak em 2022, a obra será realizada. Em outro trecho da gravação, Iracema deixa claro que não descarta a possibilidade de vir a concorrer ao Governo do Estado.

“A estrada não estava tão ruim quanto estava agora e uma coisa eu quero dizer para vocês, essa estrada ela não será feita agora nesse governo que está aqui, Wellington Dias. Esqueçam porque realmente não vão fazer mesmo essa estrada”, disse a deputada que segue discursando.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Iracema PortellaIracema Portella

“E eu prometo a vocês, independente que seja eu [candidata] que não seja eu, a primeira estrada que será feita no governo Progressistas é a estrada Avelino Lopes- Morro Cabeça no Tempo. Vocês podem gravar o que eu estou dizendo aqui. Vai ser a primeira estrada da gestão Progressista lá no Palácio de Karnak. Essa é uma promessa que eu falo aqui para todos vocês. Uma promessa que eu vou cumprir”, assegurou Iracema.

Os áudios foram enviados por importante liderança do município ao GP1.

Ouça áudios

Nova polêmica

Cabe relembrar que esse não é o primeiro episódio que revela o estremecimento na relação do Progressistas com o Governo Wellington Dias. No final do ano passado, um áudio do senador Ciro Nogueira também gerou uma grande polêmica. Na gravação, o senador faz projeções políticas para 2022 e afirma que se Wellington decidisse disputar o Senado, seria derrotado pelo atual prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB). O fato desencadeou uma nova onda de desentendimentos entre petistas e progressistas.

O acirramento dos ânimos tem se intensificado nos últimos anos e o principal motivo seria o desejo de Ciro de assumir o comando do Estado. Ele não esconde e trabalha para alcançar esse objetivo e até mesmo admite que as chances de oficializar o rompimento com Wellington são reais, uma vez que, o chefe do Palácio de Karnak não sinaliza para um possível apoio aos planos do PP.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Senador Ciro Nogueira chama de fake news áudio atribuído a ele

Firmino Filho evita polêmica após divulgação de áudio de Ciro

Wellington Dias sobre áudio de Ciro: "entrego nas mãos de Deus"

'Foi desnecessário', diz Assis Carvalho sobre áudio vazado de Ciro