Teresina - PI

Flávio Nogueira diz que morte de Rayron é de 'cortar o coração'

O estudante de medicina foi morto após reagir a uma tentativa de assalto na manhã deste domingo (25) na Avenida Miguel Rosa, zona sul de Teresina.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O deputado federal Flávio Nogueira (PDT) lamentou o “trágico, comovente e covarde” assassinato do jovem Antônio Rayron Soares de Holanda, de 22 anos. O jovem foi morto após reagir a um assalto na manhã deste domingo (25) na Avenida Miguel Rosa, zona sul de Teresina.

Por meio do Facebook, o deputado disse que a situação é “de cortar o coração”. Rayron era bolsista do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e vinha de um plantão noturno quando foi abordado pelo assaltante. Na publicação, Flávio Nogueira afirmou que o “piauiense está de luto” e “aterrorizado diante de tanta insegurança”.

  • Foto: Facebook/Flavio NogueiraFlavio Nogueira lamenta morte de Rayron Holanda Flavio Nogueira lamenta morte de Rayron Holanda

"Que dor sentem seus pais e irmãos, nesta hora de grande aflição. Como indagava o escritor inglês, John Donne: Por quem os sinos dobram? Por nós! Morremos todos, porque somos parte da humanidade. O piauiense está de luto! E aterrorizado diante de tanta insegurança”, escreveu.

Confira na íntegra publicação do deputado

“O trágico, comovente e covarde assassinato do jovem estudante de medicina, Antonio Rayron, de 22 anos, é de cortar o coração, de todos nós- sobreviventes de uma sociedade violenta, sem segurança. Antes, meu pai dizia: “Boa romaria faz quem em sua casa está em paz”. Nem mais isso.

Há uma semana uma simpática e centenária velhinha, no interior do Maranhão, foi barbaramente assassinada em sua própria residência- após furto de pouco valia. Não há diminuição e nem contenção dessas barbaridades. A cada dia mais assassinatos de pessoas inocentes-cidadãos e cidadãs cumpridores de seus deveres.

E no caso de Rayron, jovem estudante, oriundo do interior do Estado, que depois de um plantão noturno no HUT, tem sua vida ceifada em uma parada do Inthegra, pondo fim uma carreira promissora, e o sonho acalentado de sua família. Que dor sentem seus pais e irmãos, nesta hora de grande aflição. Como indagava o escritor inglês, John Donne: “Por quem os sinos dobram”? Por nós! “Morremos todos, porque somos parte da humanidade”. O piauiense está de luto! E aterrorizado diante de tanta insegurança”, escreveu.

Entenda o caso

Um estudante de medicina da Universidade Federal do Piauí (UFPI), identificado como Antônio Rayron Soares de Holanda, de 22 anos de idade foi morto com um tiro no peito nas primeiras horas da manhã deste domingo (25), após reagir a um assalto próximo a uma parada de ônibus, na Avenida Miguel Rosa, na zona sul de Teresina.

Segundo informações do delegado Hildson Rodrigues, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o jovem estava se deslocando até a parada de ônibus, por volta de 6h da manhã, quando foi abordado por um indivíduo a pé. "Ele foi abordado por um homem, que anunciou o assalto. A princípio acreditamos que ele reagiu e o criminoso atirou", disse o delegado.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Estudante de medicina é morto com tiro no peito na Avenida Miguel Rosa

Acusado de matar o estudante Rayron Holanda é apreendido pela PM

Atlética Carcará lamenta morte do estudante Rayron Holanda

UFPI lamenta morte do estudante de medicina Rayron Holanda