Teresina - PI

Greco divulga imagens para localizar assaltantes de banco em Teresina

Um deles é o piauiense conhecido como Marcelo Negão, o outro é mineiro e foi identificado apenas como Raimundo.

Débora Dayllin
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), divulgou na manhã desta quarta-feira (08), a foto dos dois assaltantes acusados de integrar a quadrilha responsável por explodir e roubar duas agências bancárias no município de Campo Maior.

A dupla conseguiu fugir de uma barreira montada em uma operação integrada da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal de Teresina, no posto da PRF do município de Altos, na BR 343. Eles foram identificados como Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo “Marcelo Negão” e Raimundo.

De acordo com o coordenador do Greco, o delegado Tales Gomes, a quadrilha que realizou o assalto em Campo Maior é composta por doze homens do estado de Minas Gerais, e dois piauienses, sendo que um deles já foi morto pela polícia em Barras, e o outro está sendo procurado na operação deflagrada esta manhã.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilO piauiense: Marcelo Negão à esquerda e o mineiro: Raimundo à direitaO piauiense: Marcelo Negão à esquerda e o mineiro: Raimundo à direita

“São doze de Minas Gerais e dois do Piauí, sendo o Paulo França que morreu em Barras, e o Marcelo Negão. Os assaltantes de Minas Gerais viviam do crime, em um desses assaltos à banco aqui no Piauí um deles foi preso, e na prisão conheceu o Marcelo Negão, que é daqui de Teresina. Quando eles saíram da cadeia o Marcelo entrou em contato com esse mineiro, e arquitetou o assalto aos bancos de Campo Maior. Nessa ocasião, eles convidaram os outros, tanto os mineiros, como o outro piauiense e fechou a quadrilha”, explicou Tales.

“O Marcelo Negão, é, portanto, o que fugiu no Etios hoje pela manhã, já o que fugiu a pé e se encontra na mata ali nas redondezas da Ladeira do Uruguai, foi identificado como Raimundo e é também natural de Minas Gerais. Por conta do Marcelo ser piauiense é que eles conseguiram fazer todo esse trajeto. Ele conhece bem a área”, completou.

A polícia acredita que com a divulgação das imagens a população ajude a localizar os bandidos. As buscas pelos assaltantes continuam por toda Teresina e nas áreas ao entorno da capital piauiense. Contato para denúncia: (86) 99978-0749.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Quadrilha explode duas agências bancárias em Campo Maior

Suspeitos de roubar bancos em Campo Maior são mortos em confronto com a PM

Assaltantes de banco fazem reféns e são perseguidos pela polícia na BR 343

Mais conteúdo sobre: