Teresina - PI

Henrique Pires pede economia para reconstrução no Parque Rodoviário

A declaração do deputado veio após audiência que tratou sobre a tragédia no Parque Rodoviário, em Teresina.

Jonas Carvalho
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

Na manhã desta segunda-feira (20), foi realizada audiência na Comissão de Defesa do Consumidor e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Piauí para tratar sobre a tragédia no Parque Rodoviário, em Teresina. O presidente da comissão, o deputado estadual Henrique Pires (MDB) disse que a prefeitura da capital, em um curto prazo de tempo, estará reconstruindo as casas afetadas pela avalanche de lama.

De acordo com os cálculos realizados, a obra de reparação deve custar um montante de R$ 3,5 milhões aos cofres públicos. Para Henrique Pires, o prefeito Firmino Filho (PSDB) e o governador Wellington Dias (PT) podem economizar nas despesas para o ressarcimento das famílias.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Henrique PiresHenrique Pires

“O orçamento da construção das casas não é nada astronômico. É possível que a prefeitura, economizando um pouco em parceria com o Governo do Estado, comece logo a reconstrução daquelas casas que podem permanecer naquele local”, informou.

O parlamentar também falou sobre a dificuldade na aceitação dos moradores em serem remanejados para outra região da cidade. Henrique pediu rigidez à prefeitura para não reconstruir as casas afetadas nas mesmas áreas de risco em que se encontravam antes da tragédia.

“Aqui a gente tem que ser um pouco duro, mas nós não podemos reconstruir uma casa se ela já estava numa área de risco. Por mais que tenha se passado de pai para filho, o poder público tem obrigação de proteger a sociedade. Aquelas que podem ser reconstruídas e recuperadas naquela área, eu acredito que em um curto espaço de tempo começa a atuação da prefeitura. Aquelas que não podem ficar, em hipótese alguma podem ser reconstruídas”, informou.

Relembre o caso

Na noite do dia 4 de abril, uma enxurrada ocorrida no Parque Rodoviário matou duas pessoas, deixou mais de 30 feridos e destruiu cerca de 40 casas na zona sul da cidade de Teresina

A tragédia aconteceu por volta das 21h. Uma lagoa localizada no clube da Telemar transbordou devido às fortes chuvas ocorridas na cidade de Teresina e um bueiro também acabou rompendo. Após a água transbordar, ela estava sendo contida pelo muro do clube, mas ele acabou não aguentando a pressão e desabou.

Como o terreno ficava em uma parte mais alta, toda a água desceu, causando uma enxurrada que atingiu várias casas e deixou duas pessoas mortas e vários feridos.