Teresina - PI

Homem que esfaqueou mulher em Teresina vai permanecer preso

O agressor, detido em flagrante, teve sua prisão convertida em preventiva pela juíza Tânia Regina Sousa Guimarães, da Central de Inquéritos, durante audiência de custódia.

THAIS GUIMARÃES
DE TERESINA
- atualizado

Raimundo Alves dos Santos, que foi preso em flagrante após esfaquear a ex-companheira, Maria de Nazaré de Sousa Pereira, na última sexta-feira (09) em Teresina, teve sua prisão convertida em preventiva pela juíza Tânia Regina Sousa Guimarães, da Central de Inquéritos, durante audiência de custódia.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegada Vilma AlvesDelegada Vilma Alves

A informação foi confirmada ao GP1 pela delegada Vilma Alves, da Delegacia de Proteção dos Direitos da Mulher. “Segundo informação dada pela vítima, ele já matou outras mulheres, ouvi falar que foram duas, mas na certeza é só uma. Ele não a matou por milagre, porque dez facadas por trás é vontade de matar”, declarou.

Raimundo Alves está preso na Casa de Custódia de Teresina. Segundo a delegada, ele pediu para não ficar na referida unidade prisional, por medo de alguns rivais. “Ele falou que não podia ir para a Casa de Custódia por causa dos seus inimigos e ainda exigiu a penitenciária para onde queria ir, para a Irmão Guido, e eu disse que não, que ele iria para onde deveria ir”, finalizou.

Relembre o caso

Maria de Nazaré de Sousa Pereira foi esfaqueada pelo seu ex-companheiro no centro de Teresina na sexta-feira (09), quando estava trabalhando com panfletagem. Testemunhas relataram que o agressor não aceitava o fim do relacionamento. A mulher foi encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e recebeu alta no sábado (10).

MATÉRIAS RELACIONADAS

Mulher é esfaqueada pelo ex-marido no centro de Teresina; agressor foi espancado por populares

Mulher esfaqueada por ex-marido recebe alta no HUT em Teresina

Mais conteúdo sobre: