Piauí

IBGE: 97% das mulheres fazem dupla jornada de trabalho no Piauí

Segundo o IBGE, a dupla jornada de trabalho é realizada por profissionais remuneradas em outras ocupações e que ainda realizam afazeres domésticos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Levantamento da PNAD Contínua 2019, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que 97,1% das mulheres piauienses possuem dupla jornada de trabalho: são profissionais remuneradas em outras ocupações e ainda realizam afazeres domésticos. Entre os homens piauienses, cerca de 83,3% daqueles que são ocupados em trabalhos remunerados também fazem atividades domésticas. A diferença é de 13,8 pontos percentuais.

Entre as pessoas que não possuem ocupações remuneradas, a discrepância de participação nos afazeres domésticos por sexo é maior. Cerca de 88,6% das mulheres desocupadas realizam atividades domésticas no Piauí. Apenas 69,3% dos homens sem ocupação fazem esses serviços. São 19,3 pontos percentuais de diferença.

A proporção de pessoas que realizam afazeres domésticos, no próprio domicílio ou em residência de parente, é maior entre as mulheres (92%) do que entre os homens (77,3%) no Piauí. Apesar da diferença de 14,7 pontos percentuais, o quantitativo de homens que realizam afazeres domésticos aumenta desde 2016, no estado. Os dados consideram apenas as pessoas com 14 anos ou mais de idade.

No Brasil, também é verificada dinâmica semelhante. Em 2016, cerca de 71,9% dos homens faziam serviços domésticos, valor que passou a 78,6% em 2019. As mulheres do país, no entanto, também vêm aumentando o percentual de participação nos afazeres domiciliares: em 2016, aproximadamente 89,8% delas realizavam essas atividades, número que passou a 92,1% em 2019.

O IBGE considera como afazeres domésticos: preparar ou servir alimentos, arrumar a mesa ou lavar as louças; cuidar da limpeza ou manutenção de roupas e sapatos; fazer pequenos reparos ou manutenção do domicílio, do automóvel, de eletrodomésticos ou outros equipamentos; limpar ou arrumar o domicílio, garagem, quintal ou jardim; cuidar da organização do domicílio (pagar contas, contratar serviços, orientar empregados) e cuidar dos animais domésticos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Piauí tem maior taxa de produção de consumo próprio do país, diz IBGE

Teresina era o 9º destino para compras de eletrodomésticos, diz IBGE

Mais conteúdo sobre: