Política

Kássio Marques é aprovado pelo Senado e assumirá vaga no STF

Kássio Nunes Marques foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro e vai ocupar a vaga de Celso de Mello.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

O Senado aprovou na noite desta quarta-feira, 21, Kássio Nunes Marques como novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O nome foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a vaga aberta com a aposentadoria do ministro Celso de Mello. Teve 57 votos favoráveis, 10 contrários e uma abstenção. Agora, a decisão será comunicada ao Poder Executivo e, em seguida, o STF marcará a data da posse.

A votação no plenário da Casa ocorreu após cerca de dez horas de sabatina do indicado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Marques teve apoio da maioria dos senadores para ocupar a cadeira e recebeu uma série de elogios de senadores durante a reunião no colegiado.

  • Foto: TV SenadoVotação da indicação de Kássio Marques ao STFVotação da indicação de Kássio Marques ao STF

O desembargador, que acompanhou a votação pessoalmente, foi o primeiro indicado por Bolsonaro para a Suprema Corte. Questionado sobre a escolha de seu nome, ele negou influências e disse que, até onde sabe, não houve interferências na decisão. Aos parlamentares, ele afirmou que o protagonismo deve ser dos Poderes Executivo e Legislativo, e que cabe ao Judiciário analisar o passado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

CCJ do Senado aprova indicação de Kássio Marques para vaga no STF

‘Eu não sei o trabalho dela’, diz Kássio Marques sobre emprego de esposa

Kássio Marques diz que há ‘pacificação social’ sobre direitos LGBT no STF

Kássio Marques diz não ver ‘dificuldade’ de quarentena para magistrados

Em sabatina, Kássio Marques evita falar sobre prisão em 2ª instância

Kassio Marques: "meu perfil é aplicar a lei independentemente de clamor popular"