Coronavírus no Piauí

Máscaras caseiras podem auxiliar na prevenção contra o coronavírus

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações.

- atualizado

Para se proteger do novo coronavírus (Covid-19) alguns cuidados são essenciais, como lavar as mãos com água e sabão, por pelo menos 20 segundos, usar álcool em gel e a utilização de máscaras, principalmente pelos profissionais da Saúde e pacientes diagnosticados com a doença. Ciente desta realidade, o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, faz um apelo à população para que deixe as máscaras de modelo N95 e cirúrgicas para os trabalhadores da Saúde e recomenda aos demais cidadãos o uso de máscaras caseiras que podem ser feitas em casa. “Nós temos que deixar essas máscaras para os profissionais de Saúde e pacientes diagnosticados pois, desde o início da pandemia provocada pelo coronavírus, uma corrida mundial em busca de máscaras de proteção fez com que elas sumissem das prateleiras. Nossa sugestão é buscar alternativas como as máscaras caseiras, que qualquer pessoa pode fazer”, enfatiza.

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações: é preciso que tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face. Outra informação importante é que ela é individual; não pode ser dividida com ninguém.

“Elas podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. Lembramos também da importância de trocá-las quado ficarem úmidas e de lavar com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos”, lembra Florentino Neto.

Mais conteúdo sobre: