Brasil

Ursa Rowena banha de piscina um mês após ser transferida do Piauí

Antes de ser transferida do Piauí, “a ursa mais triste do Brasil” se chamava Marhsa. O animal foi transferido no último dia 21 de setembro.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos publicou neste domingo (21) uma foto da ursa Rowena molhando as patas. O animal, que antes se chamava Marsha, ficou conhecida como a “ursa mais triste do mundo” e foi transferida do Zoobotânico de Teresina para o santuário que fica entre os estados de São Paulo e Minas Gerais.

“A ursinha mais amada do Brasil finalmente entrou na piscina! Mas calma: só molhou as patinhas rsrs A região é tão mais fria do que Teresina que ela não está sentindo necessidade de mergulhar. Mas tudo indica que teremos mais imagens dela na piscina em breve”, dizia a publicação.

Na manhã desta segunda-feira (22) o santuário publicou um vídeo que mostra a ursa desbravando seu novo lar. A transferência do Zoobotânico para o Rancho dos Gnomos aconteceu no dia 21 de setembro e contou com uma vasta equipe de profissionais que acompanharam o animal. O translado foi feito em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB).

  • Foto: Instagram/Rancho dos GnomosUrsa Rowena banha de piscina em santuário Ursa Rowena banha de piscina em santuário

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fantástico repercute transferência da ursa Marsha para santuário

Pane elétrica em avião da FAB atrasa transferência da ursa Marsha

Ursa Marsha é resgatada em Teresina e seguirá para rancho em SP

Luisa Mell mostra chegada de Ursa Marsha em São Paulo após resgate

Mais conteúdo sobre: