Teresina - PI

Vereador Ítalo Barros e família são feitos reféns durante assalto

Os bandidos levaram quatro televisores de 80 polegadas, cinco aparelhos celulares e o veículo do vereador, uma Strada prata.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Oito bandidos armados, todos encapuzados, invadiram na manhã deste sábado (15), a casa do vereador Ítalo Barros (PTC), localizada no bairro Cidade Jardim, zona leste de Teresina, e renderam toda a família do parlamentar. Uma equipe do 5º Batalhão da Polícia Militar do Piauí foi acionada para atender a ocorrência.

Segundo informações da assessoria de comunicação do vereador, o caso aconteceu por volta das 5h40. “Eles pularam o muro, arrombaram as portas, renderam toda a família, o vereador, os pais e a namorada, que estavam dormindo, os vigias da casa, entraram e vasculharam todos os cômodos da casa”, informou.

  • Foto: Divulgação/AscomCasa do vereador Ítalo Barros é invadida por bandidosCasa do vereador Ítalo Barros é invadida por bandidos

Os bandidos levaram quatro televisores de 80 polegadas, cinco aparelhos celulares e o veículo do vereador, uma Strada prata. “Eles queriam dinheiro, joias, mas a família não tem o costume de guardar dinheiro em casa. Ninguém foi machucado, eles ficaram trancados nos quartos, toda a ação durou cerca de meia hora”, afirmou.

Ainda de acordo com a assessoria os bandidos não foram agressivos e estavam calmos. Eles também não sabiam que a casa era de um vereador.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ítalo BarrosÍtalo Barros

“O vereador conversou com eles, que estavam muito tranquilos, eles não tinham conhecimento que era casa de vereador. Eles se depararam com a carteira que ele tem da Câmara e se assustaram, depois eles saíram rapidamente e foram embora, disseram inclusive que era uma parada errada”, relatou o assessor.

Relato

O vereador usou sua página no Instagram para relatar o caso. Ele aproveitou para dizer que estava bem. "Tá tudo bem comigo, com a minha família, com minha namorada, graças a Deus estamos vivo e isso é o que importa. Vamos trabalhar cada vez mais para que a gente possa proporcionar uma melhor qualidade de vida, principalmente em relação à segurança pública, que eu sofro já algum tempo, quando meu pai sofreu uma tentativa de assassinato", relatou.

"Minha residência foi adentrada por vários criminosos que não foram agressivos, queria agradecer a Deus, dizer que está tudo bem", afirmou o vereador.