Teresina - PI

Vídeo mostra garçom sendo assassinado em frente a Toca do Bode

As imagens foram anexadas ao inquérito produzido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP – que conseguiu chegar até o acusado do crime.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Uma câmera de segurança flagrou o assassinato do garçom Francisco Vinícius Santiago de Santana, 20 anos, ocorrido na madrugada do último dia 08 de dezembro de 2018, em frente à Toca do Bode, na Avenida João XXIII, zona leste de Teresina.

As imagens foram anexadas ao inquérito produzido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP – que conseguiu chegar até o acusado do crime, identificado como Israel de Macedo Silva, vulgo “Israelzynho da ZL”, contra o qual pesa ainda outro homicídio.

Em entrevista ao GP1, o delegado Hildson Rodrigues, que preside as investigações sobre o caso, informou que o levantamento feito pela equipe de investigadores constatou que a vítima foi abordada em frente ao Bar Toca do Bode, onde havia várias pessoas que presenciaram a cena.

“O Israel executou Francisco Vinícius com cinco disparos de arma de fogo sem o menor constrangimento, em via pública, mesmo no adiantar da hora, 4 da madrugada, mas com muita gente, muitos clientes, tanto que o corpo da vítima ficou estendido naquela avenida tão movimentada aguardando o corpo pericial e a remoção”, relatou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Hildson RodriguesHildson Rodrigues

Com as investigações bastante avançadas, foi solicitado um mandado de prisão à Justiça contra Israel de Macedo Silva, que cumprido na manhã dessa quarta-feira (24), quando ele deixava a residência da namorada, localizada na Vila Santa Bárbara, zona leste de Teresina. Com o acusado, foram encontrados um revólver calibre .38, com seis cartuchos e ainda quatro munições reservas.

Motivação

Ao ser preso, Israel confessou o crime, declinando a motivação para tal. Segundo ele, o homicídio se deu para vingar a morte de seu irmão. “Não está 100% comprovado, mas segundo ele alega, Francisco Vinícius teria conduzido o carro em que o autor da morte do irmão de Israel se fazia presente, segundo Israel, Francisco Vinícius teria dado fuga ao homicida que ceifou a vida do irmão dele”, pontuou.

  • Foto: Divulgação/DHPPIsrael de Macedo SilvaIsrael de Macedo Silva

O inquérito contra Israel de Macedo Silva será concluído em 10 dias, com o indiciamento do acusado por homicídio qualificado, por motivo fútil.

NOTÍCIA RELACIONADA

Jovem é assassinado com cinco tiros na Avenida João XXIII

Mais conteúdo sobre: