Piauí

Wellington Dias antecipa pagamento do 13º salário dos servidores para agosto

O pagamento que estava previsto para dia 21 de dezembro, vai ser programado para dia 21 de agosto, com o objetivo de ajudar a economia.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

Wellington Dias concede coletiva de imprensa no Palácio de Karnak

O governador Wellington Dias (PT) e secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, anunciaram nessa sexta-feira (7) que vão antecipar para o mês de agosto o pagamento do 13º salário para os servidores públicos estaduais. O anúncio aconteceu em coletiva realizada no Palácio do Karnark.

Segundo o secretário Rafael Fonteles, a antecipação do pagamento faz parte das medidas econômicas que estão implementadas pelo governo com o objetivo de diminuir os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus.

“Estamos anunciando que o 13° salário, que normalmente seria pago dia 21 de dezembro, em calendário anunciado no começo do ano, será antecipado para dia 21 de agosto, a partir de um plano que somado a outros investimentos, que tem como objetivo contribuir com o cronograma que permite a retomada de atividades e que também seja combinado com a capacidade de circulação de dinheiro no comércio, para as indústrias, para os serviços e vários setores”, declarou.

O governador disse que o Estado do Piauí conseguiu conter gastos, o que ajudou nessa situação. “Antes da pandemia, tomamos a decisão de trabalhar pelo equilíbrio não apenas de receita e despesa, mas também de capacidade de investimento. Hoje estamos colhendo frutos. Tem o momento de plantar e tem o momento de colher. Essa antecipação significa a circulação de mais de 200 milhões de reais na economia. Dinheiro no bolso de cada servidor e servidora, dinheiro que permite, com antecedência se preparar para o mês dos pais, também nessa fase que combina com esse momento Semana Brasil. Com isso a gente contribui combinado com o setor empresarial, que esteve comigo cobrando a medida de importantes como essas”, afirmou.

Rafael Fonteles destacou que com a medida “são mais de R$ 200 milhões de reais na conta dos mais de 90 mil servidores públicos estaduais e que irão movimentar bastante a economia local”.

O secretário disse que com a retomada das atividades econômicas, isso vai ajudar a economia. “É uma indução para o setor de comércio, para o setor de serviços. É uma medida de fomento para a atividade econômica no nosso estado. Essa decisão é importante, fizemos o dever de casa, o recurso estava em conta, faltava sua decisão em acordo com comerciantes, com as entidades comerciais, que sabem da importância desse momento de retomada, para ajudar esse momento que estamos seguindo em frente”, destacou Rafael Fonteles.

Ele explicou que a medida vai ser possível porque o governo conseguiu reduzir alguns custos, como a redução no salário do governador, secretários e comissionados. “Conseguimos ser o único estado do Brasil a quitar as contas da União. O único estado do Brasil que quitou em plena pandemia, economizando mais de 40 milhões de reais”, pontuou.

Ajuda para empresários

Sávio Normando, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí (CDL), afirmou que essa medida vai ajudar o setor empresarial.

“É uma informação muito oportuna para o seguimento do varejo e para toda nossa economia, a antecipação do 13º, que chega em boa hora, quando as atividades econômicas estão retomando. Conte com o apoio do movimento lojista do Piauí, do empresariado do nosso estado para que possamos juntos continuar superando e trazendo alternativas nesse sentido”, explicou.

Semana Brasil

O governo federal anunciou no início desta semana uma campanha especial para fomentar as vendas do comércio em setembro. A medida deve atuar como o ‘Black Friday’, onde lojas de todo o país criam descontos especiais em produtos dos mais variados setores. A Semana Brasil acontece entre os dias 3 e 13 de setembro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Piauí continua sendo o estado do Nordeste com menos óbitos por covid-19

Brasil já possui 2.047.660 pessoas recuperadas da covid-19

Piauí registra 1.452 mortes e 58.390 casos confirmados de covid-19

Mais conteúdo sobre: