GP1

Teresina - Piauí

Sindicato dos Hospitais descarta greve após repasse do governo

Entrei em contato com o secretário da Fazenda [Rafael Fonteles] por telefone e já ficou acertado o valor. Então não entraremos em greve”, declarou o presidente do Jefferson Campelo ao GP1.

O Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado do Piauí (SINDHOSPI) informou nesta sexta-feira (03), que o governo do Estado liberou o pagamento para a rede que faz o atendimento aos usuários do PLAMTA e IAPEP-Saúde. 

A categoria havia informado ao GP1 na última quarta-feira (01) que poderia deflagrar uma nova greve caso o governo não cumprisse até esta sexta (03), a promessa que fez no dia 10 de janeiro, de depositar a quantia de R$ 14 milhões para o ressarcimento dos gastos de hospitais, clínicas e laboratórios no atendimento dos usuários dos dois planos de saúde.

O acerto ocorreu em uma reunião de representantes do SINDHOSPI com o secretário de estado da Fazenda, Rafael Fonteles. “Hoje já foi feito o pagamento. Entrei em contato com o secretário da Fazenda [Rafael Fonteles] por telefone e já ficou acertado o valor. Então não entraremos em greve”, declarou o presidente do SINDIHOSPI, Jefferson Campelo ao GP1.

Entenda

No último dia 10 de janeiro, ficou definido que o governo depositaria até o dia 31 de janeiro, a quantia de R$ 14 milhões para o ressarcimento dos gastos de hospitais, clínicas e laboratórios no atendimento dos usuários dos dois planos de saúde. O acerto havia sido dado em uma reunião de representantes do SINDIHOSPI com o secretário de estado da Fazenda, Rafael Fonteles.

Porém o repasse não foi depositado no dia determinado, o que culminou no anúncio de uma possível greve na categoria caso o valor não fosse repassado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.