GP1

Teresina - Piauí

Homem acusado de matar namorada a tiros no Morada Nova é preso

Conforme a Polícia Civil do Maranhão, o suspeito estava foragido desde o dia do crime e morando em uma residência no interior da cidade de Caxias.

O acusado de assassinar a jovem Sara Araújo, 20 anos, na frente de sua filha com disparos de arma de fogo, se entregou a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) no município de Caxias nesta sexta-feira (12). A vítima era namorada do acusado e o crime ocorreu no bairro Morada Nova em março deste ano.

Em entrevista ao GP1, o delegado Jair Paiva da Polícia Civil do Maranhão explicou que hoje pela manhã o acusado se dirigiu até a delegacia com a desculpa de registrar um boletim de ocorrência, mas com o objetivo de se entregar pelo crime de feminicídio. Não conseguindo falar sobre o caso com os policiais civis, o acusado viu uma equipe da Polícia Militar na rua e confessou ter matado Sara a tiros em Teresina.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppAcusado de matar Sara AraújoAcusado de matar Sara Araújo

“Ele veio até a delegacia pela manhã, com a desculpa de registrar um boletim de ocorrência, mas como só estamos registrando presencialmente casos graves, ele acabou saindo da porta da delegacia, e indo até uma guarnição da Polícia Militar que estava na rua ao lado do DP. Ele disse aos policiais que estava sendo procurado pelo crime de feminicidio ocorrido em Teresina, em março desse ano”, informou.

Após confessar o crime, os policiais levaram o acusado para o Plantão Central da cidade e em seguida o encaminharam para o sistema prisional.

Entenda o caso

Sara Araújo foi assassinada na noite de 21 de março deste ano em sua residência no bairro Morada Nova, na zona sul de Teresina. A jovem estava dentro do seu apartamento com o namorado quando ocorreram os disparos. A filha de Sara estava no local, mas não ficou ferida. Logo após o crime, o assassino fugiu. Segundo informações do tenente F. Antônio, do 6º Batalhão da Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 20h.

  • Foto: Divulgação/FacebookSara AraújoSara Araújo

“O namorado dela chegou para ficar com ela e após alguns minutos, fez os disparos de arma de fogo. Ele fugiu, mas esqueceu o celular dele lá perto dela. A criança estava com eles na hora”, disse o tenente.

O tenente F. Antônio explicou que populares relataram que os dois não tinham um bom relacionamento, e brigavam constantemente, principalmente por causa de ciúmes. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando chegou ao local, a jovem já tinha falecido.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jovem é assassinada no bairro Morada Nova e namorado é o suspeito

Amigos lamentam morte de Sara Araújo e pedem por Justiça

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.