GP1

Teresina - Piauí

Suspeito de matar homem e esconder corpo em lixão é preso em Teresina

O acusado foi preso pelo DHPP nesta segunda-feira (11) por assassinato e ocultação de cadáver.

Um homem identificado pelas iniciais R.C.S. foi preso, nesta segunda-feira (11), por volta das 10h30, por envolvimento no assassinato de Sátyro Joany da Silva. A prisão foi realizada por policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). O crime foi praticado na madrugada do dia 16 de maio de 2021, no bairro Buenos Aires, zona norte de Teresina.

De acordo com o relatório apresentado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito e um menor infrator de iniciais A.K.L.L., de 15 anos, teriam esfaqueado a vítima até a morte e cerca de duas horas depois, ocultaram o corpo dentro de um contêiner de lixo, ao lado do cemitério do bairro Bueno Aires.

"Após intenso trabalho de investigação e de posse de provas robustas foi representado por medidas cautelares junto ao Poder Judiciário”, diz trecho do relatório do DHPP.

Relembre o caso

No dia 16 de maio deste ano, os policiais do 9° Batalhão da Polícia Militar foram acionados pelos moradores da região do bairro Buenos Aires, dando conta de um encontro de cadáver.

Segundo o subtenente Pereira, duas primas da vítima foram ao local para identificá-lo e informaram que Sátyro era morador de rua há bastante tempo e já possuía passagens pela polícia.

O corpo de Sátyro foi encontrado por volta das 13h, por populares que estavam no local e que ao se depararem com o corpo da vítima acionaram a Polícia Militar. O menor envolvido no crime, de apenas 15 anos, A.K.L.L. foi apreendido no dia 12 de agosto e o terceiro envolvido de iniciais G.R.S. responderá pelos crimes de ocultação de cadáver e fraude processual.

O DHPP disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.