GP1

Teresina - Piauí

Marcelo Castro lamenta morte do primo Raimundo Dias

“Raimundo deixa um legado gigante”, disse o senador em um trecho da postagem nas redes sociais.

O presidente do Diretório do MDB do Piauí, senador Marcelo Castro, lamentou a morte do primo, o arquiteto e proprietário da RR Construções, Raimundo Castro Dias, neste sábado (20,) em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Por meio das redes sociais, o senador ressaltou a competência do primo e o impacto que sua partida em toda a família.

Marcelo Castro prestou condolências esposa do empresário, Nazareth Dias, bem como aos filhos e netos de Raimundo Dias. “Raimundo deixa um legado gigante”, disse o senador em um trecho do post.

“Um dia triste para nossa família. Perdemos, neste sábado (20), meu primo Raimundo de Castro Dias. Arquiteto e empreendedor competentíssimo, Raimundo deixa um legado gigante. Meus sentimentos a sua esposa Nazareth Dias, seus filhos e netos, aos demais familiares e todos os amigos nesse momento de dor. Que possamos encontrar conforto nas boas lembranças”, lamentou o senador.

A morte

O arquiteto e proprietário da RR Construções, Raimundo Dias, morreu neste sábado (20), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado há cerca de dois meses para tratar de complicações causadas pela covid-19.

De acordo com informações obtidas pelo GP1, Raimundo Dias faleceu devido a problemas pulmonares provocados pelo novo coronavírus. Ele estava entubado há várias semanas, mas acabou não resistindo às sequelas da doença.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.