GP1

Teresina - Piauí

Mortes de idosos reduziram 35% após vacinação em Teresina, diz COE

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, avaliou que esses dados refletem a eficácia da vacinação.

Os dados do Comitê de Operações Especiais (COE) divulgados nesta terça-feira (27) apontam que Teresina registrou a redução de 35% no número de óbitos provocados pela Covid-19 e 22% de internações em pessoas com idade igual ou superior a 80 anos, que se vacinaram.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, que também é membro do COE, avaliou que esses dados refletem a eficácia da vacinação e pediu para que a população não deixe de ir tomar a vacina assim que chegar o momento.

Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

“São pessoas que já receberam as duas doses e passaram dos 20 dias, após a segunda dose. O resultado tem sido satisfatório, tanto na redução de internações como no de óbitos, por essa razão pedimos que as pessoas não deixem de ir se vacinar quando está disponibilizada a dose nos postos”, disse.

Conforme a análise do COE, até o momento, esse foi o grupo prioritário com o esquema completo de vacinação contra o novo coronavírus, ou seja, já tomaram as duas doses da vacina e estão imunizados em 100%. No caso das internações, os pacientes podem ser oriundos de várias cidades, já a contabilização dos óbitos é restrita a quem declarou domicílio em Teresina.

O COE espera que os demais grupos vacinados em pouco tempo também fiquem protegidos com a imunização. Sobre a vacinação contra a Covid-19, a FMS segue aplicando doses nesta quarta (28) com primeira dose dos idosos de 64 anos e segunda dose para idosos de 69 anos, na modalidade drive thru, em Teresina.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.