GP1

Política

Prefeito de São João da Fronteira entra na mira do Ministério Público

A investigação foi instaurada no dia 26 de abril pelo promotor de Justiça Maurício Gomes de Souza.

Após reportagem publicada no GP1, intitulada “Prefeito de São João da Fronteira contrata duas livrarias sem licitação”, o promotor Maurício Gomes de Souza, da Promotoria de Justiça de Piracuruca, instaurou Notícia de Fato para apurar as contratações feitas pelo prefeito Antonio Erivan Rodrigues Fernandes, mais conhecido como Erivan o Gongo (Progressistas).

A investigação foi instaurada no dia 26 de abril e tem como objetivo apurar possíveis irregularidades na contratação das empresas Edições IPDH- Gráfica, Editora e Serviços LTDA e Edson Pinheiro Costa Junior- Inove Educacional pela Prefeitura de São João da Fronteira.

Foto: Reprodução/FacebookPrefeito Erivan o Gongo
Prefeito Erivan o Gongo

A empresa Edições IPDH- Gráfica, Editora e Serviços LTDA foi contratada pelo valor global de R$ 92.840,00 (noventa e dois mil, oitocentos e quarenta reais) para aquisição de material didático para a educação infantil do município.

Já a empresa Edson Pinheiro Costa Junior- Inove Educacional, foi contratada pelo valor global de R$ R$ 75.280,00 (setenta e cinco mil duzentos e o oitenta reais) para aquisição de material didático para o projeto Aprova Brasil.

Juntos, os contratos celebrados pela Prefeitura de São João da Fronteira somam R$ 168.120,00 (cento e sessenta e oito mil, cento e vinte reais).

Outro lado

Procurado pelo GP1, nesta terça-feira (11), o prefeito Erivan o Gongo não atendeu às ligaçações.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.