GP1

Piauí

Prefeitura de Teresina vai garantir bolsas para artistas, diz Robert Rios

"Nós queremos incentivar todas as expressões artísticas", disse o vice-prefeito.

O vice-prefeito e secretário de Finanças de Teresina, Robert Rios (PSB), disse em entrevista ao GP1, na tarde desta terça-feira (11), que vai encaminhar um projeto à Câmara Municipal com objetivo de incentivar a cultura com a destinação de bolsas aos artistas da Capital.

De acordo com Robert Rios, a ideia é fazer com que os recursos contemplem os artistas dos mais variados campos da cultura em Teresina.“A primeira lei que nós vamos mandar para a Câmara é para que se autorize a prefeitura a dar bolsa para os artistas e isso tem no mundo todo, tem na Áustria, onde os artistas têm bolsas para aprimorar sua arte, e é isso que compete ao Poder Público, incentivar a arte, mas a arte não se resume e à dança, nós queremos incentivar todas as expressões artísticas”, destacou.

Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios
Robert Rios

O vice-prefeito enfatizou que a Prefeitura de Teresina suspendeu o recurso de R$ 600 mil, que era destinado a uma associação responsável por repassar o dinheiro para a Orquestra Sinfônica de Teresina, mas garantiu que com a aprovação do Projeto de Lei na Câmara mais artistas serão abrangidos com a concessão de bolsas.

“Um contrato desse tipo só existe mesmo aqui, você não acha em lugar nenhum do mundo. OST é uma associação privada que criaram para esse tipo e coisa e a OST significaria Orquestra Sinfônica de Teresina, ora, se a OST é uma associação privada, então essa orquestra não é de Teresina, é privada. Resultado, a prefeitura repassa todo mês R$ 600 mil para essa associação privada, cuja mulher do presidente é a contadora e só ela ganha R$ 14 mil e os músicos ganham uma merreca, uma mixaria e grande parte desse dinheiro não chega aos músicos. Então esse tipo de comportamento não comporta com o Dr. Pessoa nem com o Robert Rios. Passar R$ 600 mil por quê?”, indagou.

Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios
Robert Rios

Ainda de acordo Robert Rios, a retirada dos recursos não vai afetar a Orquestra Sinfônica de Teresina. “A Orquestra Sinfônica vai continuar, o Balé da Cidade vai continuar, toda expressão de cultura, de arte e de música em Teresina vai continuar, mas vamos investir mais dinheiro, mas não vamos dar dinheiro para nenhum tipo de malandragem. Eu duvido que daqui a 30 dias tenha algum artista que não esteja gostando do projeto, ele vai revolucionar a vida dos artistas”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.