GP1

Teresina - Piauí

Detentos serão vacinados contra covid-19 no mês de junho, diz FMS

Os presos serão vacinados antes de uma série de trabalhadores que estão na ativa na pandemia.

A Prefeitura Municipal de Teresina incluiu presos no grupo prioritário para vacinação contra a covid-19. A informação foi confirmada ao GP1 nesta sexta-feira (28) pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque. Os detentos serão vacinados antes de uma série de trabalhadores que estão na ativa desde o início da pandemia, como motoristas e cobradores de transporte coletivo, operadores de caixas de supermercados, funcionários de farmácias, jornalistas, bancários, comerciantes, entre outras categorias.

Conforme Gilberto Albuquerque, cerca de 2 mil detentos vão ser imunizados no início do próximo mês. Além dos detentos, pessoas que trabalham com a população carcerária também serão imunizadas.

Foto: Alef Leão/GP1Dr. Gilberto Albuquerque
Dr. Gilberto Albuquerque

“Inicialmente teremos dois mil presos e os trabalhadores do setor dos cárceres também vacinados. Deveremos ter mais ou menos 4 mil pessoas nesse grupo”, declarou.

Município tem autonomia

Embora precise seguir os grupos que estão incluídos no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, as prefeituras têm autonomia para decidir qual grupo poderá se vacinar primeiro. No último dia 25, o prefeito de Santa Luzia, em Minas Gerais, se recusou a vacinar a população carcerária antes dos trabalhadores das escolas e do transporte público.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.