GP1

Teresina - Piauí

Diretor clínico do Samu João de Deus morre após cirurgia em Teresina

João de Deus tinha 44 anos e também era servidor efetivo da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER).

O diretor clínico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina, João de Deus Pereira Filho, morreu neste sábado (29), aos 44 anos, após sofrer complicações em decorrência de uma cirurgia na Capital.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi), João era servidor efetivo da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), onde atuava como médico ginecologista e obstetra. Por meio de nota, o órgão lamentou a morte do médico e prestou solidariedade aos familiares.

Foto: DivulgaçãoJoão de Deus Pereira Filho
João de Deus Pereira Filho

Também em nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS), destacou a atuação médico e se solidarizou com seus familiares. “A Fundação Municipal de Saúde lamenta a morte do médico João de Deus Pereira Filho ocorrida hoje (29) e se solidariza com os familiares e amigos. João de Deus era diretor clínico do SAMU Teresina, onde há 10 anos trabalhava salvando vidas”, disse FMS em nota.

João de Deus se formou em medicina na Universidade Estadual do Piauí (UESPI), concluiu Residência Médica em ginecologia e obstetrícia no ano de 2007 pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Também concluiu Residência Médica em Mastologia na Clínica de Mastologia da UFPI e no Hospital Getúlio Vargas (HGV).

Confira a nota da Sesapi na íntegra

A Secretaria de Estado da Saúde lamenta o falecimento precoce do médico João de Deus Pereira Filho, em decorrência de uma cirurgia. Ele era servidor efetivo da Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde atuava como ginecologista e obstetra.

Durante a carreira, o médico colaborou com o desempenho ético da medicina e ajudou a trazer ao mundo centenas de novos piauienses.

Muito respeitosamente, prestamos nossa solidariedade aos familiares e amigos neste momento de dor, ao tempo que expressamos a mais profunda gratidão pela dedicação ao trabalho e aos excelentes serviços prestados à MDER e a saúde do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.