GP1

Teresina - Piauí

Wellington Dias reforça permanência do PSD na base aliada

"Júlio César vai além de uma relação política, é um amigo que eu convivo”, declarou o governador.

O governador Wellington Dias (PT-PI) conversou com a imprensa na manhã desta segunda-feira (05), sobre a visita que no domingo (04), aos deputados Júlio César Lima e Georgiano Neto, líderes do PSD no Piauí. Apesar de declarar que o momento foi de descontração, o chefe do Palácio de Karnak admitiu que os pleitos do partido foram debatidos na oportunidade.

Wellington reafirmou alinhamento total com o PSD e adiantou que todo trabalho será feito para acomodar as siglas da base e evitar possíveis defecções no time. Ele reforçou a relação de amizade que possui com o deputado Júlio César e negou que no bojo da conversa entre eles, a composição de chapa majoritária tenha sido debatida.

Foto: Lucas Dias/GP1Wellington Dias
Wellington Dias

“Foi apenas uma visita, era o aniversário da netinha do nosso querido Júlio César e ele fez esse convite. Ele fez uma exposição, o partido quer crescer dentro do Estado, quer uma participação maior na Câmara Federal e trabalhar para ampliar as bancadas federal e estadual. Também disse que mais lá na frente quer ser ouvido na composição da chapa majoritária”, explicou o governador.

“Sobre a chapa majoritária, de verdade, aprendi que as conjunturas se alteram a todo momento e vamos tratar sobre isso com muito carinho em 2022. Júlio César vai além de uma relação política, é um amigo que eu convivo há muitos anos. Seguiremos juntos”, reforçou Wellington.

Aliado importante

O chefe do Palácio de Karnak frisou que existem espaço para o PSD na base e esclareceu que todo o esforço será feito no sentido de manter o grupo unido nas eleições de 2022. “PSD faz um trabalho excelente. Inclusive, estava lá a secretária do agronegócio, a coordenação dessa área de lazer do Parque Potycabana e nosso objetivo é esse, dividindo responsabilidades com os partidos que conosco, conquistaram a vitória”, acrescentou Dias.

Quer vaga majoritária

O PSD já externou publicamente interesse de compor a chapa majoritária do Governo. Como a cabeça de chapa está prometida ao secretário da Fazenda Rafael Fonteles (PT) e a vaga de Senado será preenchida por Wellington Dias, só restaria ao partido a vice. Mas, o problema é que o espaço já está assegurado ao MDB, que definiu o nome do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho para o cargo.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.