GP1

Teresina - Piauí

Jovem morta no Parque São Jorge foi atingida com tiro nas costas

O delegado Barêtta pontuou que o projetil atingiu vários órgãos da jovem, que não resistiu e morreu.

O diretor do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Barêtta, concedeu entrevista ao GP1 na manhã desta sexta-feira (17) e falou sobre o caso da jovem Leidiane de Paiva Brasil, que morreu nesta quinta-feira (16) no momento em que andava com o namorado no Parque São Jorge, região do bairro Promorar, zona sul de Teresina.

O delegado afirmou que a jovem foi atingida com um disparo de arma de fogo fatal na parte inferior da coluna, mais precisamente na região lombar. Barêtta relatou que o projétil atingiu vários órgãos vitais da mulher, que ainda foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar, mas não resistiu e morreu na UPA.

Foto: Reprodução/InstagramLeidiane de Paiva Brasil
Leidiane de Paiva Brasil

“Ela morreu em decorrência de um único disparo de arma de fogo na região das costas, na altura da região lombar, do lado direito. Não teve traumatismo craniano nem nada do tipo, como foi falado. Ela foi morta em decorrência de uma lesão causada pelo tiro, foi isso que os peritos do Instituto Médico Legal apontaram. O trajeto do projétil fez um estrago muito grande, inclusive, se alojou no tórax dela e atingiu vários órgãos vitais”, explicou.

Barêtta afirmou que a equipe de investigadores já trabalha com uma hipótese de motivação para o crime, mas ressaltou que não pode entrar em detalhes até o fim da investigação policial. Leidiane de Paiva Brasil estava andando na Rua Boiadeiro com um namorado, quando dois indivíduos passaram em uma moto e efetuaram vários disparos em direção ao casal.

Foto: Alef Leão/GP1Delegado Francisco Costa, o Barêtta
Delegado Francisco Costa, o Barêtta

“Os familiares não relataram nada. Não conhecem nem o namorado que a moça andava, mas a gente já sabe mais ou menos quem é e sabemos o perfil dela. Estamos praticamente com a motivação esclarecida, obviamente que a gente não pode passar o carro diante dos bois ainda. Depois que a gente analisar e a investigação avançar, a gente pode falar alguma coisa se não corremos o risco de desdizer algo”, pontuou.

Gravidez descartada

Barêtta ainda descartou a informação que circulou de que a jovem estava grávida quando foi morta, de acordo com o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML). “Havia uma conversa que ela estava grávida, mas na necropsia, que foi muito bem feita, eles afirmaram que não têm nenhum sinal de que ela apresentasse gravidez ou que tivesse tido aborto recentemente”.

Vídeo mostrou o momento do crime

O GP1 teve acesso ao vídeo que mostra o momento em que a jovem Leidiane de Paiva Brasil e o namorado são surpreendidos por criminosos no Parque São Jorge, zona sul de Teresina, e ela acaba morrendo, depois de um intenso tiroteio na manhã desta quinta (16).

O GP1 teve acesso com exclusividade ao vídeo que mostra o momento em que a jovem Leidiane de Paiva Brasil e o namorado são surpreendidos por criminosos no Parque São Jorge, zona sul de Teresina, e ela acaba morrendo, depois de um intenso tiroteio na manhã desta quinta-feira (16). Polícia Militar do Piauí PMPI #PortalGP1 #GP1 #PM #Teresina

Posted by GP1 - O 1º Grande Portal de Notícias do Piauí on Thursday, September 16, 2021

Por volta de 8h36, Leidiane deixou um estabelecimento comercial acompanhada do namorado e poucos metros depois, dois suspeitos se aproximam em uma moto para executar seu namorado. No momento dos disparos, ela acabou caindo no chão, enquanto o namorado fugiu correndo em destino ignorado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.