GP1

Teresina - Piauí

Dr. Pessoa e Ribamar Oliveira discutem projetos de proteção à mulher

A discussão aconteceu durante um café na manhã oferecido pelo presidente do Tribunal de Justiça.

Lucas Dias/GP1 1 / 11 Autoridades participaram da visita Autoridades participaram da visita
Lucas Dias/GP1 2 / 11 Dr. Pessoa e Ribamar Oliveira nas dependências do TJ Dr. Pessoa e Ribamar Oliveira nas dependências do TJ
Lucas Dias/GP1 3 / 11 Autoridades durante visita ao TJ Autoridades durante visita ao TJ
Lucas Dias/GP1 4 / 11 Prefeito Dr. Pessoa durante visita ao TJ Prefeito Dr. Pessoa durante visita ao TJ
Lucas Dias/GP1 5 / 11 Autoridades durante visita ao tribunal de Justiça Autoridades durante visita ao tribunal de Justiça
Lucas Dias/GP1 6 / 11 Visita ao tribunal de Justiça do Piauí Visita ao tribunal de Justiça do Piauí
Lucas Dias/GP1 7 / 11 Dr. Pessoa e Ribamar Oliveira Dr. Pessoa e Ribamar Oliveira
Lucas Dias/GP1 8 / 11 Dr. Pessoa cumprimentando Ribamar Oliveira Dr. Pessoa cumprimentando Ribamar Oliveira
Lucas Dias/GP1 9 / 11 Ribamar Oliveira Ribamar Oliveira
Lucas Dias/GP1 10 / 11 Ribamar Oliveira Ribamar Oliveira
Lucas Dias/GP1 11 / 11 Dr. Pessoa Dr. Pessoa

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, e sua equipe participaram de um café da manhã nesta sexta-feira (14) oferecido pelo presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador José Ribamar Oliveira, no antigo prédio do Palácio da Justiça.

De acordo com o prefeito, durante o café fora debatidos assuntos como proteção à mulher e regularização fundiária. “Fui convidado para um café da manhã. Hoje o ponto principal foi discutir sobre a proteção da mulher e segundo tratamos de regularização fundiária, além do café forte tratamos mais especificamente dessas duas coisas”, afirmou Dr. Pessoa.

O desembargador Ribamar Oliveira destacou a importância de receber o prefeito de Teresina. “Nos colocamos à disposição sempre que necessário e a presença do prefeito, na verdade, o orgulho é nosso de poder acolher esse dinâmico prefeito com a sua equipe na busca das soluções que a sociedade aspira”, declarou

“Discutimos, mais precisamente, as questões relativas a proteção à infância, juventude e idoso bem como proteção à mulher, idoso, bem como utilização de toda a rede do Cras para que possamos, num convênio futuro, dirigirmos o nosso trabalho a essas pessoas”, completou Ribamar Oliveira.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.